A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

06/03/2015 12:20

Pais descobrem caso com francês por whats e garota se mata com pistola

Aline dos Santos

Um tiro no guarda-roupa e outro na cabeça. Nesta sequencia, uma adolescente de 17 anos se matou com a arma do padrasto, que é policial civil, após a família se mostrar contrariada com o relacionamento amoroso que mantinha pelas redes sociais e WhatsApp.

Na manhã desta sexta-feira, após a mãe vê-la conversando com o homem, que mora na França, a garota ficou nervosa e se matou. De acordo com o delegado Camilo Cavalheiro, plantonista da Depac Piratininga (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), foi apreendido o celular da adolescente. Vão ser analisados diálogos e fotos enviadas por meio do Facebook e pelo aplicativo WhatsApp.

“Os pais estavam preocupados com esse contato, não sabiam a intenção da pessoa do exterior. Aparentemente era mais velho, podia ser um possível aliciamento”, relata.

Segundo o delegado, a garota pegou a pistola, uma arma particular do padrasto, dentro do carro. Primeiro, testou atirando no guarda-roupa. No momento, estavam somente ela e mãe na casa, no Jardim Campo Nobre. O padrasto estava no trabalho. A arma também foi apreendida para a perícia. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions