A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019

15/10/2019 17:36

"Oferecemos emprego e eles não querem”, diz prefeito sobre moradores sob ponte

Barragem será construída embaixo de estrutura localizada na Avenida Manoel da Costa Lima para evitar novos acampamentos

Tainá Jara
Intervenções para construção de barragem embaixo de pontilhão da Avenida Ernesto Geisel (Foto: Henrique Kawaminami)Intervenções para construção de barragem embaixo de pontilhão da Avenida Ernesto Geisel (Foto: Henrique Kawaminami)

O prefeito Marcos Trad culpou as esmolas pela recusa dos sem tetos abrigados sob o pontilhão localizado no cruzamento da Avenida Manoel da Costa Lima com Avenida Ernesto Geisel, em Campo Grande, em deixar o local. A prefeitura anunciou a construção de uma barreira embaixo da estrutura para evitar novos acampamentos no local.

“O acolhimento é bem melhor do que a rua. Lá nas unidades de acolhimento, eles não querem [ficar]. Por quê? Porque eles faturam ali. Se você ficar ali parado no sinaleiro no mínimo você vai tirar de cinco a dez reais ao dia. Dá R$ 1.500 por mês”, explicou o prefeito.

Em agenda pública realizada na tarde desta terça-feira, o prefeito ainda detalhou que alguns utilizam cartazes dizendo que são venezuelanos para arrecadar mais dinheiro. “A gente oferece emprego e eles não querem”, afirmou.

Conforme a SAS (Secretaria Municipal de Assistência Social), foram feitas 38 visitas aos moradores de rua abrigados no pontilhão para acolhimento. Em todas as tentativas, eles recusaram atendimento. “Eu não posso obrigá-los e se pudesse, eu não faria isso”, garantiu o prefeito.

Equipes da infraestrutura municipal estiveram no local na manhã desta segunda-feira e começaram a preparar o local para as intervenções. Famílias ainda estavam abrigadas sob a estrutura e tiveram os pertences colocados em um caminhão por equipes da Sas (Secretaria Municipal de Assistência Social).

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions