A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 25 de Setembro de 2018

11/03/2018 17:22

Passageiro é preso com supermaconha presa ao corpo em rodoviária

Para a polícia, o suspeito confessou que receberia R$ 2,5 mil para fazer o transporte da droga

Geisy Garnes

A Polícia Militar prendeu na noite deste sábado (10) Anderson Araujo dos Santos, de 27 anos, por tráfico de drogas. O suspeito tentava viajar com porções de skank - conhecida como supermaconha - presas ao corpo quando foi flagrado pelos militares na Rodoviária de Campo Grande.

De acordo com o boletim de ocorrência, os militares faziam rondas pela rodoviária quando abordaram os passageiros de um ônibus com itinerário Porto Alegre (RS)/ Santarém (PA). Durante as fiscalizações no veículo, os policiais se depararam com Anderson, que na hora de responder o motivo da viagem a equipes entrou em contradição e começou a tremer.

O passageiro acabou explicando que estava indo para Dourados visitar o pai, mas não soube indicar o endereço ou qualquer ponto de referência, o que chamou atenção dos policiais. Anderson foi convidado a acompanhar a fiscalização nas bagagens e no momento em que se levantou da poltrona, um dos policiais percebeu um “volume” nas costas do suspeito.

Em busca pessoal, os militares encontraram várias porções de skank presas ao corpo de Anderson com fitas e papel filme. O suspeito trazia a droga no fêmur, entre as coxas, no tórax e também dentro da cueca.

Diante do flagrante, Anderson confessou ter sido contratado para transportar a droga. Ele detalhou que a carga era de skank, “a droga dos playboys”, uma substância cinco vezes mais forte que a maconha e que pode chegar a custar R$ 100 por grama. Foram apreendidos ainda fitas e rolos de papel filme usados para prender a droga ao corpo do suspeito.

Pelo serviço ele receberia R$ 2,5 mil. Levado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga, Anderson foi autuado por tráfico de drogas qualificado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions