ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, TERÇA  25    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Pela 2ª vez, confusão com clientes de tabacaria terminou com morte na rua

Dez meses após a morte de Adryan Balbino, outro homem ainda não identificado foi assassinado no mesmo lugar

Por Bruna Marques e Antonio Bispo | 10/05/2024 08:35
Tabacaria localizada na Avenida Manoel da Costa Lima, no Bairro Guanandi, em Campo Grande (Foto: Henrique Kawaminami)
Tabacaria localizada na Avenida Manoel da Costa Lima, no Bairro Guanandi, em Campo Grande (Foto: Henrique Kawaminami)

Pela segunda vez em dez meses, confusão com clientes de tabacaria termina com homens assassinados na Avenida Manoel da Costa Lima, no Bairro Guanandi, em Campo Grande.

O primeiro caso foi registrado no dia 16 de julho de 2023. Na ocasião, Adryan Junior Balbino, 19 anos, foi assassinado com um tiro na cabeça. O suspeito de efetuar o tiro é o ex-namorado da menina que acompanhava a vítima.

O crime ocorreu por volta de 5 horas de um domingo. Adryan estava na frente da tabacaria acompanhado de uma menina com quem mantinha um relacionamento e alguns amigos. Em determinado momento, o suspeito - identificado como Lucas - chegou e efetuou o disparo contra a cabeça da vítima.

A vítima ainda correu, mas caiu na calçada e foi socorrida pelos amigos. No entanto, ele não resistiu ao ferimento e chegou morto na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Bairro Coophavila.

Imagens de uma câmera da região (acima) mostram a correria após os tiros. O responsável pela conveniência contou que não houve briga no estabelecimento e os fatos se deram do lado de fora. Adryan morava no Tarumã e era cliente há bastante tempo do local.

Outro caso – Dez meses após a morte de Adryan, outro jovem de 24 anos que ainda não foi identificado, morreu após ser atingido por dois disparos de arma de fogo. Os suspeitos, segundo a Polícia Militar, cercaram a vítima na manhã desta sexta-feira (10), e um dos criminosos atirou.

A vítima pilotava uma motocicleta, momento em que foi surpreendido pelos suspeitos, na esquina da Rua Jatobá. Até o momento, não há informação se os atiradores estavam a pé ou em algum veículo.

O homem de aproximadamente 30 anos foi atingido por dois tiros, segundo o Corpo de Bombeiros que foi acionado para socorrê-lo. Além disso, a vítima tinha lesão no rosto que pode ter sido causada por queda ou agressão, mas só a perícia poderá afirmar a causa do machucado.

Corpo do homem assassinado na manhã desta sexta-feira (10), caído na rua (Foto: Henrique Kawaminami)
Corpo do homem assassinado na manhã desta sexta-feira (10), caído na rua (Foto: Henrique Kawaminami)

Insegurança – Vizinho da tabacaria, que preferiu manter anonimato por medo, conversou com o Campo Grande News na manhã de hoje. Segundo o morador, o local é famoso por sempre ter briga.

“Eles fazem algazarra a noite toda, as pessoas não respeitam os moradores, fazem xixi no muro das casas, e além do barulho. Isso estava demorando para acontecer”, relata.

O delegado Felipe Braga da 5ª Delegacia de Polícia Civil e a perícia estiveram no local do crime apurando os fatos.

A reportagem foi até a tabacaria para tentar contato com o dono, mas o local estava fechado e ele não foi localizado pela equipe. O espaço segue aberto.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias