A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

03/12/2010 12:00

Pente-fino em presídios de MS tem ligação com ações no Rio

Aline Queiroz

As operações pente-fino que foram feitas no mês de novembro em presídios de Mato Grosso do Sul têm ligação com os trabalhos feitos no Rio de Janeiro.

O Grupo Nacional de Combate às Organizações Criminosas, órgão vinculado ao Ministério Público, coordenou duas operações, uma chamada Pente-fino e outra chamada Tráfico de Drogas.

As ações pente-fino foram feitas nos dias 9, 11 e 23 de novembro, em Campo Grande, Dourados, Corumbá, Três Lagoas, Ponta Porã, Aquidauana e Jardim.

Participaram desta operação 107 agentes penitenciários, 310 policiais militares e oito cães.

Foram apreendidos nos presídios o total de 2,1 quilos de maconha, 177 gramas de cocaína, 58 gramas de haxixe, 55 gramas de pasta-base, quatro cachimbos artesanais, 123 celulares, 51 chips, 60 carregadores, 50 baterias de celular, três cartões de memória, 14 fones de ouvido, dois cabos adaptadores para celular e 85 objetos perfurantes.

Até duas balanças de precisão foram apreendidas.

Já na operação tráfico de drogas, foram feitas ações preventivas na região de fronteira, no período de 16 a 26 de novembro de 2010, ocasião em que foi feita a prisão de traficantes e apreensão do total de 662 quilos de maconha e 11,8 quilos de pasta-base de cocaína.

O MPE ficou encarregado de planejar, coordenar e desencadear as duas operações nos Estados.

Em Mato Grosso do Sul, a Secretaria de Justiça e Segurança Pública, que rotineiramente realiza ações dessa natureza colocou à disposição a Polícia Civil e Polícia Militar e o DOF (Departamento de Operações de Fronteira).

A Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Forças Armadas também integraram as ações.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions