ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEGUNDA  27    CAMPO GRANDE 19º

Capital

Pequena Aurora deve completar 48 horas em observação antes de alta

Recém-nascida foi encontrada dentro de sacola por mulher na última sexta-feira, no bairro Guanandi

Por Lucia Morel | 31/01/2021 10:13
As 48 horas de observação são necessárias para que se descarte qualquer tipo de complicação. (Foto: Direto das Ruas)
As 48 horas de observação são necessárias para que se descarte qualquer tipo de complicação. (Foto: Direto das Ruas)

A pequena Aurora, recém-nascida encontrada abandonada em sacola na última sexta-feira, no bairro Guanandi, ficará internada até completar, pelo menos, 48 horas de observação hospitalar. Ela está no HU (Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian) e estável, sem nenhuma intercorrência relatada até o momento.

As 48 horas de observação são necessárias para que se descarte qualquer tipo de complicação. A menina foi batizada de Aurora pelos profissionais do HU que a atendem, mas esse nome não é definitivo. Ao receber alta, ela deverá ser encaminhada a um abrigo, caso a mãe ou algum familiar não seja identificado até lá.

Segundo reproduziu a assessoria de imprensa do HU, "está todo mundo apaixonado na menina". A equipe médica acredita que ela tenha nascido no dia em que foi encontrada. Aurora, que significa "nascer do sol" ou "aquela que brilha como ouro". É também é o nome de uma deusa que na mitologia grega era a responsável em sobrevoar os céus anunciando o começo de um novo dia.

Foi uma avó que passeava com o netinho de 10 meses que viu a sacolinha com a recém-nascida na calçada da Rua Cocal, no Guanandi II. “Foi coisa de Deus eu ter encontrado ela. Ela poderia se sufocar, poderia estar chovendo, poderia ter acontecido tanta coisa. Graças a Deus ela está viva”, disse Roseli da Silva, de 48 anos, ao Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário