ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEGUNDA  26    CAMPO GRANDE 25º

Capital

Pesadelo de moradores, ruas sem asfalto são agonia para quem vive no Centenário

A prefeitura informa que, por conta do período eleitoral, o projeto só pode ser licitado no início de 2021

Por Aletheya Alves | 18/09/2020 09:00
Previsão é que Barra da Corda receba pavimentação no Jardim Centenário. (Foto: Kísie Ainoã)
Previsão é que Barra da Corda receba pavimentação no Jardim Centenário. (Foto: Kísie Ainoã)

Desde janeiro, moradores do Jardim Centenário estão na expectativa sobre um sonho comum a qualquer bairro colorido pela terra vermelha: a chegada do asfalto. O projeto prevê pavimentação de 13 vias, mas até agora as máquinas não chegaram ao local.

Ao Campo Grande News, a Prefeitura de Campo Grande informou que devido ao período eleitoral, que impõe restrições ao lançamento de novas obras, o projeto será licitado no início de 2021. Já a previsão de execução é a partir de abril.

Família de Neuza fez uma "barragem" para evitar que água invada local com muita força. (Foto: Kísie Ainoã)
Família de Neuza fez uma "barragem" para evitar que água invada local com muita força. (Foto: Kísie Ainoã)

O projeto base também define que as ruas Mesquita, Tremembé, Itaituba e Manoel Gonçalves Neto vão ficar de fora da lista de beneficiadas, outro motivo de reclamação no local.

Até lá, o bairro tem esperança que a prefeitura reconsidere e acrescente as outras 4 ruas aos projeto.

Moradora da rua Mesquita e cadeirante, Neuza Maria da Silva, de 62 anos, não sai de casa nem para ir até o posto de saúde há um mês.

Ela conta que, mesmo com a cadeira de rodas em perfeito estado, já era difícil enfrentar as vias sem asfalto, mas que desde agosto a situação piorou porque parte da locomoção ficou quebrada. “Estragou a rodinha e ela fica saindo, então não tem jeito de ir para fora. Antes eu demorava para conseguir subir as ruas com minha neta empurrando, mas agora não tem jeito”.

Neuza explica que os buracos desgastam a cadeira e que em dia de chuva a situação fica ainda mais impossível.

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Nem tenho mais vontade de sair, não busco meus exames ou qualquer outra coisa. Precisa de asfalto aqui, seria mais fácil para eu conseguir sair de casa e fazer as coisas que preciso. Em dia de chuva a gente nem tenta.

Há 30 anos morando na rua Tremembé, Ilma Pereira da Silva, de 63 anos diz que sonha com a mudança de cenário. “A gente não entende o motivo do asfalto não passar aqui, tem tanto tempo que a gente tá esperando. Quando chove vira lama para todo canto”.

Rua Tremembé é uma das mais antigas do bairro e não está dentro do projeto base. (Foto: Kísie Ainoã)
Rua Tremembé é uma das mais antigas do bairro e não está dentro do projeto base. (Foto: Kísie Ainoã)

De acordo com Ilma, quem conhece o bairro foge das ruas mais problemáticas, mas quem é de fora acaba sofrendo. Vendedor, Marcelo Ferreira, de 38 anos, presta serviços na região e explica que sabe os trajetos que pode ou não seguir. “Já venho para cá há cinco anos e a gente precisa prestar atenção para não estragar o carro. Essa rua Barra da Corda é impossível de passar”, diz.

Ruas beneficiadas - Ilustrando a dificuldade na rua citada por Marcelo, Tailine Silva Lima Santos de Souza, de 22 anos, conta que não consegue andar com carrinho de bebê e precisa levar a filha, de 10 meses, no colo. Diferente das outras situações, a moradora se diz um pouco menos preocupada, já que há previsão de asfalto no local.

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

É muito ruim morar em lugar sem asfalto, ainda mais aqui que o povo aproveita para jogar lixo e usar como depósito. Depois colocam fogo e aparece mais esse problema.

Conforme divulgado pela Prefeitura de Campo Grande, em janeiro deste ano, a pavimentação do Jardim Centenário está orçada em R$ 5,5 milhões. As ruas previstas para receber o asfalto são Itabarito, Xanxere, Baliza, Caxiuana, Limão, Barra da Corda, José da Silva, Regeneração, Seis de Outubro, Granada, Ribeirão das Neves,Morro do Chapéu e Moçambique.

Resposta - A assessoria da prefeitura de Campo Grande informou que o contrato foi assinado e que o projeto divulgado inicialmente é apenas um esboço, podendo ser expandido para outras ruas caso o orçamento permita.

Quatro ruas do bairro não irão receber asfalto, conforme o projeto inicial. (Arte: Ricardo Gael)
Quatro ruas do bairro não irão receber asfalto, conforme o projeto inicial. (Arte: Ricardo Gael)

Tem sugestão? - Já pensou em alguma sugestão de matéria sobre o seu bairro? Entre em contato com o Campo Grande News pelo Direto das Ruas no número (67) 99669-9563 ou clicando aqui.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário