ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEXTA  24    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Pipa provocou curto circuito e interrompe energia por quase 2 horas em bairros

Energisa alerta para que pipas sejam soltas apenas em locais abertas, longe dos cabos de energia

Por Mirian Machado | 31/03/2021 19:03

Moradores da região leste de Campo Grande reclamam que ficaram quase duas horas sem energia nesta tarde (31). A falta de luz atingiu bairros como Maria Aparecida Pedrossian, Jardim Noroeste, Samambaia, Oiti e Panorama. Segundo a Energisa, a interrupção foi causada por um curto circuito provocado por uma pipa no trecho de média tensão, que atende a região.

A coordenadora de uma escola no Jardim Samambaia, de 51 anos, que preferiu não se identificar, relatou que ficou muito preocupada, pois está ocorrendo aulas remotas no colégio. Ela explicou ao Campo Grande News, que chegou a comunicar os pais que ficou sem acesso ao sistema. “Tive que carregar meu celular dentro do carro, para poder falar com eles”, explicou.

A mulher ainda relatou que a situação ocorreu em outros bairros também já que muitos de seus alunos já a avisaram do problema. “É um descaso. Liguei lá, mas só consigo falar por mensagem. Não tem ninguém para atender a gente”, reclama.

Outra que reclamou da situação é a autônoma Silvalina Ribeiro de 60 anos. Ela mora no Bairro Maria Aparecida Pedrossian e teve a energia suspensa desde às 15h30.

“Estava aqui fora mexendo com as plantas, não tinha percebido. Até que minha filha me avisou. A roupa que já era pra estar no varal, ficou toda molhada dentro da máquina”, reclamou.

Em nota, a Energisa explicou que os bairros ficaram sem o fornecimento de luz por causa de uma pipa na rede que provocou um curto circuito.  Equipes foram deslocadas na região e a energia foi normalizada.

A concessionária ainda alertou que além da suspensão no fornecimento da luz, o contato direto das pipas com a rede pode ocasionar diversos problemas, como choque elétrico, incêndio e em alguns casos morte.

A orientação para a soltura de pipas é que ocorram em locais abertos, afastados dos fios elétricos. Sem utilização de linhas metálicas, chilena ou com cerol. Se caso ficar presa nos cabos de energia em hipótese alguma deve ser retirada.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário