ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUINTA  17    CAMPO GRANDE 16º

Capital

Plano de roubo a banco começou a ser arquitetado em 2016, na prisão

Lourinaldo Belisário conheceu Robson Nascimento na prisão, sendo convidado a partir do plano por conta da "expertise"

Por Silvia Frias | 23/12/2019 16:16
Robson (esq) e Lourinaldo (terceiro, da esqueda para direita) se conheceram na prisão (Foto/Divulgação)
Robson (esq) e Lourinaldo (terceiro, da esqueda para direita) se conheceram na prisão (Foto/Divulgação)

Há pelo menos três anos o plano de roubar o cofre de agência do Banco do Brasil estava sendo arquitetado. A investigação apontou que um dos escavadores foi “contratado” em 2016, para participar do plano, segundo informações da Polícia Civil.

Robson Alves do Nascimento, 50 anos, foi um dos idealizadores do plano. Baiano de Floresta Azul tinha uma empresa de construção em Mato Grosso e dava consultoria para o bando.

Na prisão, em 2016, conheceu Lourinaldo Belisário de Santana, 51 anos, profissional da área de instalação hidráulica, elétrica e de gás, segundo apurou o Campo Grande News.

Detido em São Paulo, Lourinaldo, tentou fugir por túnel, sendo identificado como projetor do acesso, auxiliando também na escavação. Não conseguiu concretizar o plano, sendo transferido de cela antes da fuga dos presos.

Gilson foi candidato a vereador por Campos Sales (CE) (Foto/Reprodução)
Gilson foi candidato a vereador por Campos Sales (CE) (Foto/Reprodução)

A ligação entre os dois ainda é investigada pela Polícia Civil. Segundo o delegado João Paulo Sartori, no nome de Robson Alves do Nascimento não consta ficha criminal e, como há histórico de amizade entre os dois na prisão, a possiblidade é que ele esteja usando documentação falsa.

Gilson Aires da costa, 43 anos, um dos pedreiros da quadrilha, é um dos poucos que mantém rede social atualizada. Em 2016 chegou a ser candidato a vereador pelo município de Campos Sales (CE) pelo DEM. Apesar da candidatura dele aparecer como deferida, o sistema eleitoral não computou qualquer voto naquela disputa.

Francisco Marcelo Ribeiro, 41 anos, consta como mecânico, nascido em Presidente Médici (RO) e residente em São Paulo. Nas fotos em rede social, pousou usando jet ski, sendo celebrado nas fotos: “eita, tio rico”, “patrão é patrão”.

Francisco Marcelo Ribeiro em um dia de folga: "Patrão é patrão" (Foto/Reprodução)
Francisco Marcelo Ribeiro em um dia de folga: "Patrão é patrão" (Foto/Reprodução)
Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário