A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

16/03/2018 13:01

PM e Guarda fazem ‘batidas’ na Orla Ferroviária para acabar com algazarra

Primeira ação foi ontem, quando ao menos 40 pessoas foram autuadas com drogas, dinheiro e até facas; dois foram presos

Bruna Kaspary e Anahi Zurutuza
Durante operação, até bar foi interditado por irregularidades (Foto: PM/Divulgação)Durante operação, até bar foi interditado por irregularidades (Foto: PM/Divulgação)

Depois de inúmeras denúncias de algazarras "pós-Carnaval" na Orla Ferroviária, a PM (Polícia Militar) e a Guarda Municipal começaram a fazer "batidas" para evitar mais confusões na região. Somente na noite desta quinta-feira (15), ao menos 40 pessoas foram autuadas em flagrante,  duas foram presas e um bar foi interditado.

A região já é alvo constante de fiscalização da PM, segundo o tenente Raphael Almeida, mas com o aumento no número de denúncias, as rondas e abordagens foram reforçadas. A baderna acontece na região onde fica a feira e tem venda de bebidas, além de som alto.

"Não houve nenhuma apreensão ainda, porque eles desligam o som antes de chegarmos, mas houve duas prisões, uma por tráfico e outra por embriaguez ao volante", afirma o tenente.

Além da abordagem a quem estava na rua, um bar também foi interditado por irregularidades encontradas e o dono foi multado.

Ao todo, a operação na noite de ontem contou com 20 PMs e 21 guardas municipais. Duas viaturas do Corpo de Bombeiros e outras duas da Polícia Militar Ambiental também deram apoio às abordagens.

"Os moradores da Vila Planalto terão ótimas noites de sono", brinca Almeida. Segundo ele, irá intensificar a fiscalização na região principalmente porque há muita proximidade com a Avenida Tamandaré, que dá acesso a vários bairros.

 

Reclamações - Depois que inúmeros relatos do incômodo que a bagunça generalizada causa aos moradores e comerciantes da região da Orla Ferroviária, equipe do Lado B esteve no local e retratou a situação. Os encontros organizados pela rede social chega a somar ao menos 200 pessoas no local, entre elas jovens e adolescentes sempre regados com bebidas, consumo de drogas e som alto.

Um morador, que não quis se identificar, registrou um desses "rolezinhos" e enviou ao Campo Grande News no dia 4 deste mês. Veja:



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions