A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

04/02/2011 17:30

PM está investigando saída irregular de acusado de planejar morte de juízes

Viviane Oliveira

Será aberta uma sindicância para apurar os responsáveis

A assessoria de imprensa da Polícia Militar, informou no fim da tarde de hoje que denúncia sobre o bombeiro preso, Ales Marques, também é investigada pelo serviço de Inteligência da Polícia.

Ainda de acordo com a assessoria, todas as provas serão entregues para a Corregedoria Geral da PM, que vai abrir uma sindicância ou inquérito para apurar os responsáveis e punir os envolvidos.

Detido no Presídio Militar de Campo Grande, o bombeiro Ales Marques, mesmo preso planejava a morte de desafetos e de juízes federais que atuam nos processos no quais é acusado de liderar quadrilha de tráfico internacional de drogas.

Segundo o MPF (Ministério Público Federal), mesmo preso desde julho de 2010, o militar continua usando celulares livremente. Vídeo obtido pela Polícia Federal revela que ele deixou o presídio pelo menos uma vez, no dia 14 de janeiro deste ano sem algema.

Ele saiu em uma viatura da Polícia militar até uma chácara de Campo Grande. O MPF em Mato Grosso do Sul pediu à Justiça a transferência dele para um presídio federal, preferencialmente fora do estado. O pedido foi ajuizado ontem e divulgado nesta sexta-feira.

Ales Marques ocupava a patente de 3º sargento do Corpo de Bombeiros de Ponta Porã, quando foi preso como mandante do assassinato do policial civil Alberico Moreira Cavalcanti, aos 51 anos, em agosto de 2005.

Ele teria encomendado a execução por R$ 25 mil ao traficante. O motivo seria acerto de contas porque o policial abordou o filho do bombeiro durante rachas de carros.

O bombeiro também é suspeito de ter mandado matar um tenente do serviço reservado do Corpo de Bombeiros, que estaria investigando a participação de militares da corporação no tráfico internacional de drogas.

Militar preso tinha plano para matar juízes federais
Ele usa celulares e sai da cadeia para fazer "diligências".Detido no Presídio Militar de Campo Grande, o bombeiro Ales Marques é considerado uma ame...
Águas Guariroba continua com campanha de renegociação de dívidas
Vai até o dia 29 deste mês a campanha "Fique em Dia", realizada pela Águas Guariroba para renegociar as dívidas que os consumidores têm com a empresa...
Prefeitura e TJ prorrogam renegociação de dívidas ajuizadas até 3ª
O programa de refinanciamento de dívidas da Prefeitura de Campo Grande foi prorrogado até o dia 19 de dezembro, a próxima terça-feira, no Centro de C...


O poder público tem inventado muitas mentiras para justificar o injustificável.

Até agora só conversa, não provaram nada contra o cara (bombeiro), mas ele já está condenado na mais perfeita harmonia com os princípios constitucionais.

E quem quiser que recorra, porque não vai adiantar nada mesmo!
 
Francisco Erierf em 10/02/2011 10:01:22
O COMANDO DO CORPO DE BOMBEIRO, DEVERIA JA TER EXCLUIDO ESSE CRIMINOSO DAS FILEIRAS DA CORPORAÇAO,ESSA PATENTE DE SARGENTO ESTA COM A PESSOA ERRADA.
 
jose silva em 08/02/2011 09:37:50
Esse criminoso ficará no máximo 7 anos detido, com direito a saidas e visitas íntimas. Como qualquer outro psicopata, não há leis no Brasil que o mantenha excluido da sociedade. E há quem diga que nossas leis são maravilhosas, devem ser, porque ninguém as modifica. Assim é e assim continuará. somos assim, brasileiros bonzinhos.
 
Valfrido M. Chaves em 05/02/2011 04:55:25
podia falar para esse bombeiro ir la no radio clube, olha la tem cada juiz ladrao, esses dias um deu um penalty fora da area, isso nao pode, eles roubam principalmente onde estao jogando os diretores, o othon manda nesses juizes, o doca apoia, entao e so malandragem.vamos moralizar esse negocio de juiz, da uma raiva.
 
luiz fernandes em 04/02/2011 11:47:20
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions