ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, TERÇA  28    CAMPO GRANDE 21º

Capital

PM flagrado com droga ficará preso e pode ser expulso da corporação

Por Viviane Oliveira e Marcus Moura | 10/01/2017 11:03
Tenente-coronel fala sobre o caso durante coletiva de imprensa (Foto: Marcus Moura)
Tenente-coronel fala sobre o caso durante coletiva de imprensa (Foto: Marcus Moura)
Local onde ocorreu a primeira abordagem (Foto: Fernando Antunes)
Local onde ocorreu a primeira abordagem (Foto: Fernando Antunes)

O policial militar Caio Henrique Martins Lopes, 21 anos, flagrado com um grupo que portava 245 quilos de drogas, vai ficar preso no Presidio Miliar e pode ser expulso da corporação, segundo informou o tenente-coronel Marco Antônio, durante coletiva de imprensa realizada na manhã de hoje (10), no Comando Geral da Polícia Miliar.

Segundo o tenente-coronel, o PM ainda em estágio probatório está há 2 anos na corporação, lotado no 4º Batalhão de Ponta Porã. Caio cumpriu seu plantão de 24 horas no município e, aproveitou a folga de 72 horas para vir a Campo Grande.

A Corregedoria da Polícia Militar vai abrir inquérito para apurar a conduta do militar. “Ele vai responder na Polícia Civil e administrativamente pelo crime. O órgão tem prazo de 60 dias para tomar uma decisão em relação a conduta de Caio. “Até então, o militar era exemplar e cumpria com todas as suas funções", diz.

Apesar de não saber ainda qual participação do PM no grupo, o tenente-coronel afirma que o policial pode ser expulso da corporação. “O primeiro requisito para ser policial é a idoneidade”, destaca. O tenente aproveitou para ressaltar que durante à abordagem, mesmo o jovem se apresentando como PM, foi revistado e tratado como um civil.

Algazarra - Sete pessoas, entre elas o Policial Militar, foram presas por tráfico de drogas, na noite de ontem (9), na Rua Arquiteto Vilanova Artigas, no Conjunto Aero Rancho, região Sul de Campo Grande. Em posse do bando, foram apreendidas cerca de 245 quilos de entorpecente, entre maconha, pasta base e cocaína.

Conforme boletim de ocorrência, a polícia chegou até o grupo após uma policial militar acionar os colegas avisando que próximo à residência dela havia um veículo Volkswagen Gol e um GM Corsa Classic, estacionados na contramão. Alterados e fazendo algazarra, os ocupantes dos automóveis estavam sentados à mesa de uma lanchonete.

Com o grupo e na casa de um dos integrantes foram localizados vários tabletes da droga. Uma das presas relatou que foi buscar o entorpecente em Ponta Porã na companhia de Caio e de mais uma mulher, que também foi detida.

A arma do PM, uma pistola .40 que pertence ao Estado, foi apreendida. O destino do grupo será decidido nesta manhã em audiência de custódia. 

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário