A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

20/03/2015 21:06

PM lança gás para dispersar estudantes de bares cheios na região da UFMS

Daniel Machado
A queixa é que os acadêmicos estavam fechando a rua e atrapalhando o trânsito local (Foto: Direto das Ruas) A queixa é que os acadêmicos estavam fechando a rua e atrapalhando o trânsito local (Foto: Direto das Ruas)

Uma grande confusão envolvendo policiais militares e acadêmicos da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) ocorreu agora há pouco nas imediações da instituição.

Segundo denúncia da estudante do 7º semestre de Jornalismo, Amanda Rodrigues, os alunos estavam reunidos nos bares da rua Trindade, início da Rui Barbosa, quando os policiais da Tropa de Choque chegaram em três viaturas e foram conversar com a dona de um dos estabelecimentos.

A queixa era que os alunos estariam fechando a rua e atrapalhando o trânsito local.

“Eles trataram a dona do estabelecimento super mal. Nós só viemos entender o que estava acontecendo quando escutamos um policial dizer: ‘Se você não der um jeito, a gente dispersa com gás”, contou a estudante.

Em seguida, de acordo com ela, os policiais foram para o meio da rua e passaram a atirar bombas de gás lacrimogêneo em direção aos acadêmicos.

“Eu nunca vi uma situação como essa. A Tropa de Choque chegou sem manter nenhum diálogo com qualquer universitário. Em nenhum momento eles pediram para que qualquer pessoa saísse da rua. Foi uma violência totalmente gratuita. E nem estávamos fechando a rua!”, relatou Amanda, que gravou o vídeo da ação em seu celular e divulgou-o nas redes sociais. 

No vídeo é possível ver luzes dos giroflex das viaturas ligados e os policiais no meio da rua, além da grande correria entre os acadêmicos, que protegiam os rostos e coçavam os olhos. “Meu rosto arde e minha cabeça dói um pouco. Aliás, várias pessoas ficaram com os olhos lacrimejando”, disse Amanda.

A reportagem tentou entrar em contato com a Polícia Militar, porém não obteve retorno, nem a versão da PM sobre o que ocorreu.

Na região, há vários bares tradicionalmente frequentados por universitários. Há reclamaação de vizinhos sobre uso de maconha e tumultos, principalmente, em noites de sexta-feira. Mas nunca ocorreu um enfrentamento como o registrado na noite de hoje. 

Veja o vídeo:



Não há porque se preocupar com os comerciantes "prejudicados" pela ação policial, pois enquanrto os alunos fazem toda aquela algazarra, esses mesmos comerciantes estão lucrando. Principalmente por se tratarem de bares, que vivem do entorpecimento da razão e da degradação da alma e da moral.
 
Guilherme Arakaki em 27/03/2015 15:37:06
Bom, não sou contra a movimentação doa alunos, eles são jovens e querem mais é curtir, mas para tudo existem limites e também o velho e ditado que uma lei, respeitar o direito de ir e vir, como diz participante Antenor, (muitos estudam Direito; outros tem pais influentes!) Mais do que eles, sabem desses direitos e deveres como cidadãos, e tenho certeza que se eles respeitassem os policiais, mesmo que momentâneo, não teria acontecido nada, e mais antes a policia na sua furia de cumprir a ordem, usou que, que sabemos que num exagero assim, temos casos de em outros lugares do país, usarem tiros mesmo ou outros artíficios que machucassem os estudantes. Temos que ser coerente, pois esse movimento corre o risco de um atropelamento automobilistico e além de pertubar os moradores da região..
 
Nilbran em 23/03/2015 11:21:27
A preocupação dos leitores com a situação, do comerciantes é valida, mas com cumprimentos de suas obrigações deveriam ser. Cumpram seus deveres e gozem dos seus direitos. É fácil falar vocês não moram na região e vivem perturbando o comunidade local, por que, estão preocupado com gastos públicos dessa operação, por que não dão valor com o gasto públicos desperdiçados com ensino publico que recebem na universidade federal. Parem de demagogia.
 
Andrade em 21/03/2015 19:08:17
Ficam fechando as ruas... bebendo e dirigindo!! AGORA VÃO CORRENDO PARA OS PAPAIS INFLUENTES...... PQ NÃO VÃO PARA CASA ESTUDAR ALUNOS DE DIREITO!!! CADE O DIREITO DO SILENCIO.... CADE O DIREITO DE TRANSITAR LIVREMENTE EM VIAS PUBLICAS, QUANDO FECHAM A RUA PARA FICAR BEBENDO E FAZENDO GRACINHAS!!! CADE.....?????? ESTA CERTO A TROPA DE CHOQUE... PARABÉNS
 
cristiano em 21/03/2015 09:02:40
Os 2 lados erraram, principalmente a Policia indisciplinada, q prejudicou os estabelecimentos comerciais da Região e certamente sofrerá processos judiciais e denúncias na Corregedoria, tanto por parte dos estudantes |(muitos estudam Direito; outros tem pais influentes!) quanto por parte dos comerciantes! Se vê q essa 'polícia' não tem commando ou quer humilhar as pessoas!
 
antenor assis de figueiredo em 21/03/2015 08:37:51
Ontem por volta das sete da noite, estava impossível, passar em naquela rua, ainda bem que tem um quebra molas pouco antes, pois qualquer hora poderia acontecer um acidente pois os jovens fecham a rua, e os carros tem que reduzir rapidamente a velocidade. Carros sao parados em cima da pouca calçada que existe ,em fila dupla e som muito alto. Uma total falta de controle o que acontece ali.
 
hermes canhete em 21/03/2015 08:12:02
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions