A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

25/09/2011 16:45

Polícia apresenta jovem que matou estudante na Orla Morena

Ana Paula Carvalho
Adolescente com colete da Polícia auxilia na reconstituição. (Foto: Simão Nogueira)Adolescente com colete da Polícia auxilia na reconstituição. (Foto: Simão Nogueira)

A 1ª Delegacia de Polícia de Campo Grande apresentará às 09h dessa segunda-feira, o jovem de 21 anos apontado como autor do disparo que atingiu o estudante Thiago Fedossi Silva, de 18 anos, morto no dia 16 deste mês.

O jovem que estava foragido desde o dia do crime, foi preso na manhã da última sexta-feira (23) após várias diligências. Ele já tem passagens pela Polícia.

Um jovem de 16 anos, conhecido como “Justin Bieber”, que teria sido o pivô da briga que resultou na morte do adolescente está internado em uma UNEI (Unidade Educacional de Internação) da Capital.

O caso - Durante os depoimentos, testemunhas relataram que o motivo principal da briga foram “chacotas” sofridas pelo adolescente de 16 anos. Ele era motivo de piada entre os amigos de Thiago. Eles o chamavam de “padeiro” e “Justin Biba”, já que era conhecido na escola estadual Maria Constança, onde estudava como Justin Bieber.

Na noite de sexta-feira um amigo de Thiago começou a xingar e provocar o adolescente. A partir daí os dois começaram uma briga. O jovem saiu em defesa do colega e acabou entrando na discussão.

Rafael de Souza Oliveira, de 18 anos, amigo do adolescente, após a discussão telefonou para outro jovem também de 18 anos e relatou o que estava acontecendo com o menor. Esse jovem passou pela Vila Almeida e lá encontrou o autor dos disparos, um jovem de 21 anos, eles foram até a escola.

Quando chegaram lá, tanto Rafael quanto o adolescente entraram no veículo Doblô dirigido pelo jovem. Eles deram várias voltas pela região até encontrar, por volta das 20h40, Thiago e os colegas na Orla Morena.

Antes de efetuar os disparos, o suspeito ainda agrediu a vítima com uma tapa no rosto. Em seguida, ele sacou a arma e atirou três vezes.Um dos tiros acertou a lombar de Thiago, que chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros e levado para a Santa Casa, mas não resistiu aos ferimentos e morreu por volta das 20h55.

Reconstituição - Na última quinta-feira (22) o adolescente participou da reconstituição do assassinato na Orla Morena.

A advogada do garoto tentou impedir que ele participasse, alegando que por ser menor, não poderia se expor. Porém, o delegado Miguel Said, responsável pela investigação do caso, deu prosseguimento a reconstituição.

De acordo com ele, a reconstituição serviu para “aparar arestas de divergências nos depoimentos”.

Por cerca de meia hora, o adolescente, que usava um colete à prova de balas da Polícia Civil, contou detalhes de como ocorreu o crime na Orla Morena. Ele disse que não foi ele quem chamou o autor do disparo que matou a vítima, mas sim um amigo, que também estava envolvido na briga.

O menor disse ainda que não sabia que o autor estava armado, e que após o primeiro disparo saiu correndo do local.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions