A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

05/09/2011 16:15

Polícia apresenta quadrilha que roubou mais de R$ 200 mil de residência

Ana Paula Carvalho
Ladrões foram apresentados na DERF. (Foto: Simão Nogueira)Ladrões foram apresentados na DERF. (Foto: Simão Nogueira)

Na tarde desta segunda-feira (05) a Derf (Delegacia Especializada em Repressão a Roubos e Furtos) apresentou uma quadrilha acusada de roubar uma residência no bairro Vivendas do Parque, no dia 30 de julho, em Campo Grande.

José Fenianos Neto, 23 anos, Carlos Eduardo Cruz Fenianos, de 28, Willian César Rodrigues de Oliveira, de 24 anos, e um adolescente de 15 anos, roubaram R$ 200 mil em jóias, R$ 8 mil em dinheiro, celulares e outros objetos de valor. Eles também tentaram levar um veículo BMW que estava na garagem, mas não conseguiram.

De acordo com o delegado Fábio Peró, acreditava-se que apenas três pessoas teriam participado da ação, mas através das imagens do circuito de monitoramento de um escritório próximo a residência, um quarto envolvido foi identificado. Ele ficou do lado de fora em um veículo Gol.

Willian e a adolescente confessaram envolvimento no roubo e apontaram os irmãos José e Carlos Eduardo como mentores do crime.

Durante as investigações foram recuperados três aparelhos celulares da marca iPhone, um cartão de memória, um casaco, um óculos de sol e jóias. Foram apreendidas duas pistolas.

O caso - Por volta das 23h do dia 30 de julho deste ano, dois homens armados e uma mulher renderam uma família na rua Corticeria, no bairro Vivendas do Bosque, em Campo Grande. As vítimas ficaram cerca de uma hora com os assaltantes.

Segundo informações do registro policial, dois homens encapuzados e a mulher, que não escondia o rosto, anunciaram o assalto quando uma conhecida da família chegou à residência. Eles renderam duas mulheres que estavam no portão da casa e em seguida renderam os outros moradores.

Os bandidos mandaram que as vítimas deitassem no chão e cobriram as cabeças delas com roupas e mantas.

Segundo os relatos das vítimas, eles queriam saber onde ficava o cofre da família, como não foram informados, ficaram nervosos e começaram a fazer ameaças.

Após aproximadamente uma hora com os autores, o namorado de uma das vítimas chegou ao local e percebeu a movimentação lá dentro. Ele correu até a casa onde mora, que fica nas proximidades e chamou a polícia.

Os assaltantes trancaram as vítimas em um cômodo da casa e fugiram levando uma bolsa, jóias, documentos pessoais, dinheiro, celulares, relógio, óculos e chaves. A família disse aos policiais que os autores aparentam ter entra 20 e 25 anos de idade.

Quadrilha rende família dentro de casa no Vivendas do Bosque em Campo Grande
Por volta das 23h de ontem, dois homens armados e uma mulher renderam uma família na rua Corticeria, no bairro Vivendas do Bosque, em Campo Grande. A...
Guarda oferece palestra sobre prevenção e combate às drogas em Uneis
Jovens da Unei (Unidades Educacional de Internação) Dom Bosco e da Unidade de Internação Feminina Estrela do Amanhã, em Campo Grande, receberam pales...
Cadastramento biométrico é oferecido pela Carreta da Justiça em Anhanduí
Desde o início desta semana a Carreta da Justiça está realizando atendimentos da biometria no distrito de Anhanduí, no município de Campo Grande, gra...


Parabéns aos policiais que se empenharam em resolver mais esse crime e prender o autores, como sempres fazem, seja na casa de figurões ou de pessoas comuns... ao contrário dos que não acompanham o trabalho de policiais sérios pensam. Pena que a lei da o direito de imagem até para os bandidos, e a policia trabalhando na legalidade não pode obriga-los a mostrar o rosto como desejamos, com serteza com a imagem deles, muito mais vitimas os reconheceriam, e quem sabe o tempo de cadeia aumentasse só um pouquinho.
 
Cesar Ornellas em 06/09/2011 06:34:59
Acho que a policia não deveria deixar os bandidos esconder o rosto.
È direito da população ver o rosto dos bandidos.
É dever da policia mostrar o rosto deles.
Até nisso ele são favorecidos.
 
Beatriz Novaes em 06/09/2011 04:17:20
Cada dia mais no exercício da cidadania nos convercermos da necessidade de pressionarmos os representantes do povo para que se faça uma profunda reforma no sistema prisional do país. Devendo ao meu ver que esvazie sim os presídios, mas colocando este cidadãos que foram mal formados e mal cuidados pela sociedade como um todo, numa prisão diferente: que trabalhem sol a sol para que paguem aos cidadãos de bem os prejuízos causados. Sou da seguinte opinião, colocá-los para trabalhar em áreas rurais na produção de grãos e da pecuária para o progresso econômico do pais. Esta é a melhor forma de se reeducar, não vejo outra form a. Perdoem-me os defensores dos Direitos Humanos com toda a teorização que possuem em torno da questão. É hora de agirmos...
 
Domingos A. Marques em 05/09/2011 09:53:42
QUE BARBARIE, ESSE E NOSSO PAÍS SEM JUSTIÇA,,,,,O LULA REMENDOU E A DILMA VINGE Q NÃO VE NADA....SÓ IMPUNIDADE...SO FALTA AGORA OS BANDIDOS MANDAREM PRENDER NOSSOS HONROSOS POILICIAIS...QUE BRASIL É ESTE???
 
filadelfio terencio em 05/09/2011 09:33:57
Será que se o roubo tivesse ocorrido na casa de um trabalhador a polícia teria se emprenhado em elucidá-lo? Tenho cá minhas dúvidas.
 
Rinaldo Ribeiro em 05/09/2011 07:25:07
Os vagabundos não querem mostrar o rosto.. Deveriam ser obrigados a mostrar a carinha de bandidos deles!!!
O duro mesmo é saber que essa corja pode logo estar pelas ruas aterrorizando os cidadãos de bem....
Infelizmente isso é a justiça brasileira...
 
Wellington Sampaio em 05/09/2011 07:23:29
Não dá para acreditar, como bandidos iguais a estes, com várias condenações por crimes praticados, inclusive homicídio, continuam à solta fazendo novas vítimas.
Tem recuperação tipos iguais a estes?
A Polícia prende e a "JUSTIÇA" ?????????????? SOLTA!
 
Carlos Silva Oliveira em 05/09/2011 05:56:02
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions