ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, TERÇA  18    CAMPO GRANDE 21º

Capital

Polícia identifica três "estelionatários do Pix" na Capital

Com ao menos sete golpes em lanchonetes, todos foram encaminhados para a delegacia; valor de furtos é apurado

Por Alison Silva | 08/02/2024 19:39
Fachada da 3ª Delegacia da Polícia Civil, situada no Carandá Bosque (Foto: Divulgação)
Fachada da 3ª Delegacia da Polícia Civil, situada no Carandá Bosque (Foto: Divulgação)

A 3ª Delegacia de Campo Grande identificou nesta quinta-feira (8) os três suspeitos de praticar ao menos sete golpes em lanchonetes. O golpe já é conhecido, mediante apresentação de comprovantes falsos de transferências, o famoso “golpe do Pix”. O valor total dos furtos é apurado pela polícia. Ninguém teve o nome divulgado.

Segundo a polícia, os suspeitos com idade entre 16 e 18 anos usavam um aplicativo para gerar o comprovante de pagamento de compra, além de nomes falsos de correntistas, artimanha usada, segundo a Polícia Civil, para ludibriar o funcionário do estabelecimento, que fornecia o produto no momento, entretanto, percebia o golpe apenas dias depois.

Inicialmente, as investigações destacaram que os suspeitos se valiam de vulnerabilidades do comércio alvo para aplicar os golpes. Diante disso, os policiais civis encaminharam os três garotos para a Delegacia de Polícia, no Carandá Bosque, para as medidas legais.

A pena prevista no Código Penal para o crime varia entre 1 a 5 anos de prisão. O crime consiste basicamente na prática de golpes, nos quais o criminoso engana a vítima para obter algum tipo de vantagem, na maioria das vezes dinheiro.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias