A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

03/05/2018 08:20

Polícia investiga quadrilha suspeita de cometer três roubos seguidos

m todos os casos, as vítimas relataram que foram abordadas por quatro pessoas, sendo três homens e uma mulher em um veículo

Viviane Oliveira e Bruna Kaspary
Caso foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário da Vila Piratininga (Foto: arquivo/Campo Grande News)Caso foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário da Vila Piratininga (Foto: arquivo/Campo Grande News)

A Polícia Civil investiga se uma mesma quadrilha participou de pelo menos três assaltos a pedestres, na noite de ontem (dia 2) em bairros da região sul de Campo Grande. Em todos os casos, as vítimas relataram que foram abordadas por quatro pessoas em veículo, sendo três homens e uma mulher. Tudo indica que, para não levantar suspeita, o grupo utilizou dois carros, um Fiat Uno e um VW Gol. 

Conforme boletim de ocorrência, as vítimas de 25 e 29 anos relataram que seguiam para a casa na Rua Porto Rico, na Vila São Jorge da Lagoa, quando foram abordadas por quatro ocupantes de um Fiat Uno, de cor vinho. Armado, o carona desceu e anunciou o assalto. Após a ação, fugiram em direção ao Bairro Tijuca levando celulares e cartões de bancos.

Na Vila Aimoré, região do Bairro Centenário, na Rua Águas da Prata, comerciante de 30 anos também foi vítima de roubo. Ele atendia na loja de assistência técnica para celular, quando dois homens entraram e anunciaram assalto. Sob ameaça e com a arma apontada para a cabeça, a vitima foi obrigada a ir para o banheiro, enquanto os criminosos escolhiam o que queriam.

Depois da ação, os ladrões fugiram em um veículo Gol branco estacionado na rua. O carro era ocupado por outras duas pessoas, sendo o motorista e uma mulher com criança no colo. No mesmo dia, no Bairro Guanandi, na Rua Valeriano Maia, mãe e filha, de 50 anos e 23 anos, caminhavam em direção à residência delas, por volta das 22h, quando foram surpreendidas por quatro pessoas em um Fiat Uno.

Os passageiros desceram e um deles armado anunciou assalto. No carro também havia uma mulher com tatuagem no braço direito. Em nenhum dos casos, as vítimas conseguiram anotar o número da placa. Os casos foram registrados na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions