A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 26 de Setembro de 2018

29/03/2018 16:58

Golpe do falso frete: polícia prende trio envolvido em roubos a caminhões

Os suspeitos foram identificados em pelo menos dois crimes nesta semana. Polícia investiga foragidos

Geisy Garnes
Autores foram presos na tarde desta quarta-feira (Foto: Divulgação)Autores foram presos na tarde desta quarta-feira (Foto: Divulgação)

Suspeitos de participarem de pelo menos dois roubos a caminhões nos últimos dias foram presos em nesta quarta-feira (28), em Campo Grande. O trio foi flagrado por equipes da Polícia Militar minutos depois de aplicarem o golpe do falso frete em um idoso de 63 anos, na região do Bairro Rita Vieira.

Os suspeitos foram identificados como Liwton Ferreira da Silva, de 32 anos, Carlos Rodrigo Oliveira dos Santos, de 37 e um adolescente de 17 anos.

Conforme o boletim de ocorrência, equipes da 6º Companhia Independente da Polícia Militar faziam rondas pelo Avenida Toros Puxian, na Vila Morumbi, quando avistaram um Chevrolet Vectra transitando com o pneu dianteiro furado. Os militares abordaram o veículo, no entanto o motorista arrancou e iniciou fuga pelas ruas do bairro.

Após alguns quarteirões, o motorista perdeu o controle da direção e caiu na valeta de um terreno baldio da Rua Juazeiro do Norte. Dois homens desceram do carro e fugiram a pé por um matagal. Buscas começaram pela região e policiais do Batalhão de Choque foram chamados.

Pouco depois, Liwton Ferreira da Silva foi preso. Aos policiais, o suspeito confessou que havia acabado de participar do roubo a uma caminhão Volkswagen VW 15180. No Vectra os militares encontraram uma porção de maconha, um revólver calibre 38 quando quatro munições e abraçadeiras plásticas, usadas para amarrar as vítimas.

Liwton ainda confessou que durante a fuga ligou para outros comparsas, que prometeram buscá-lo em um Chevrolet Monza branco. Quando os suspeitos se aproximaram da região, o carro foi abordado. O motorista, Carlos Rodrigo Oliveira dos Santos, foi detido, negou ter participado do roubo naquela manhã, mas confirmou ser o autor do mesmo crime contra um motorista de 30 anos, na segunda-feira (26).

Ele apontou ainda o adolescente de 17 anos como comparsa no roubo, que acabou apreendido na residência em que morava, no Monte Castelo, com um revólver calibre 32. Carlos ainda detalhou que a arma usada por ele estavam guardadas em sua casa. No endereço os policiais encontraram um revólver calibre 38.

As três armas apreendidas com os suspeitos (Foto: Divulgação)As três armas apreendidas com os suspeitos (Foto: Divulgação)
O carro em que os suspeitos estavam (Foto: Divulgação)O carro em que os suspeitos estavam (Foto: Divulgação)

Golpe do falso frete - Segundo a polícia, o roubo confessado por Liwton aconteceu por volta das 11h30 de ontem. A vítima de 63 anos relatou que há 20 dias colocou um anúncio no site OLX oferecendo serviços de frete e por volta das 10h30 desta quarta-feira recebeu a ligação de um homem.

Se identificando como militar do exército do 20º Regimento de Cavalaria Blindado, o suposto cliente pediu para que a vítima fizesse a mudança dele de uma chácara e combinou de encontrar com o caminhoneiro na Rua Rotterdan. Um hora depois do primeiro contato, a vítima foi ao local, mas não encontrou ninguém.

O idoso voltou a entrar em contato com o suposto militar, que apareceu na rua e entrou no caminhão. O homem levou o caminhoneiro até uma chácara, na mesma rua, e pediu para que ele deixasse o veículo estacionado do lado de fora da porteira e entrasse na casa com “para ver a mudança”.

Quando chegou na porta de uma das residências do local, a vítima sentiu um empurrão na nuca e percebeu a presença de outros três suspeitos, todos armados. A vítima foi mantida refém e os suspeitos fugiram com o caminhão.

Primeiro crime - Segundo a Polícia Militar, Carlos e o adolescente de 17 anos estão envolvidos no sequestro de um motorista de 30 anos, que foi mantido refém por cinco horas após ter o caminhão Scania roubado durante um falso frete na noite de segunda-feira (26).

Para a polícia, a vítima contou que por telefone um homem que se identificou como Marcelo negociou o frete de uma carga e marcou de a encontrar nas proximidades do Posto Arara Azul, no Jardim Colúmbia. Assim como no caso desta quarta-feira, o caminhoneiro não encontrou o contratante.

Um novo endereço foi repassado ao caminhoneiro, dessa vez, próximo ao Hotel Veraneio, no Bairro Nova Lima. No local, enquanto o motorista combinava o serviço com o falso cliente, outro homem entrou no caminhão.

Na sequência, os criminosos armados anunciaram o assalto. A vítima, foi levada para um terreno baldio e colocada em um colchão. Lá, ficou por cerca de 5 horas em poder de outras pessoas - enquanto os dois que haviam feito a abordagem fugiram no caminhão. Antes de liberar o motorista, os suspeito chegaram a contar que o veículo seria levado para o Paraguai, e que depois disso, a quadrilha iria para Cuiabá (MT) e Santo André (SP).

Os três detidos foram indiciados por roubo majorado pela restrição de liberdade da vítima, pelo concurso de pessoas e pelo emprego de arma, além de porte ilegal de arma. O resto da quadrilha ainda está foragida.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions