A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

22/06/2015 11:15

Polícia irá ouvir testemunhas para saber se suspeito morto pela PM estava armado

Luana Rodrigues

A Polícia Civil investiga a morte de Jean Carlos de Carvalho, 19 anos, atingido por um tiro ao tentar fugir de uma abordagem da Polícia Militar, há seis dias, na Rua Astúrio Luís Braga, no Jardim Caiobá. Familiares de Jean garantiram ao Campo Grande News que o rapaz não resistiu a abordagem da PM, mas de acordo com o delegado responsável pelo caso, Bruno Urban, até o momento, nenhum familiar foi até à polícia para apresentar esta versão.

Conforme o delegado da 6ª Delegacia de Campo Grande, em depoimento prestado no dia do crime, os policiais mantiveram a mesma versão de que o suspeito apontou a arma de brinquedo para eles. Os quatro foram intimados para prestar depoimento novamente na delegacia daqui a dez dias. Já sobre a versão de que o rapaz não resistiu a prisão e de que não estaria armado com o simulacro, Urban afirma que não foi procurado, mas que irá investigar a questão a partir de depoimentos de testemunhas do crime.

No dia seguinte a morte, o cunhado da vítima, de 21 anos, que preferiu não se identificar, contou ao Campo Grande News que o rapaz havia jantado há poucos minutos, quando saiu de casa. “Estavam abordando uma pessoa em um Pálio, então fecharam o Jean e logo atiraram”.

Um vizinho que testemunhou o caso afirmou que os policiais nem sequer desceram da viatura para realizar os disparos.

Jean possuía várias passagens pela polícia, algumas por roubo, mas o cunhado assegurou que ele não estava mais cometendo crimes, porque casado há pouco tempo.

Hoje, a reportagem tentou entrar em contato com os familiares de Jean, mas eles não atenderam as ligações.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions