A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

09/01/2015 19:04

Polícia não descarta execução no caso do homem encontrado morto hoje em córrego

Vania Galceran
Equipe da Polícia Civil no local onde o corpo foi encontrado. (Foto: Marcelo Calazans)Equipe da Polícia Civil no local onde o corpo foi encontrado. (Foto: Marcelo Calazans)

O homem encontrado morto na tarde desta sexta-feira (9), por volta das 14h40 , no Córrego Bálsamo, próximo a Rua José Soares no Jardim Colibri II em Campo Grande, estava despido da cintura para baixo. 

Segundo o delegado da Polícia Civil, Camilo Kettenhuber Cavalheiro, o homem estava sem roupas na parte de baixo e foi encontrado enroscado em galhos de árvores na beira do córrego.

"Trabalhamos com todas as possibilidades, vamos aguardar a necropsia para que possamos ter certeza da causa da morte. A necropsia vai dizer se tem sinais de violência. Ele informou ainda que é possível que o homem tenha sido executado e jogado no córrego, mas também não descartou a possibilidade de que o corpo tenha sido arrastado pelas águas da chuva, até o local onde foi encontrado.

Apesar da suspeita de assassinato, pelo estado de decomposição avançado do corpo, não é possível identificar marcas de violência. Conforme o delegado, nenhuma hipótese será descartada. Até o momento, acredita-se que a morte tenha ocorrido no mínimo há 24 horas.

O corpo da vítima estava preso aos galhos e foi solto pela polícia com o apoio de uma equipe do Corpo de Bombeiros. O homem estava sem documentos e até o momento não foi identificado. As pessoas que tiverem algum familiar desaparecido devem procurar a Depac Piratininga.

O delegado afirmou que as causas da morte só serão esclarecidas com o resultado do exame necroscópico.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions