ACOMPANHE-NOS    
JULHO, TERÇA  05    CAMPO GRANDE 21º

Capital

Polícia prende acusado de executar comparsa com 4 tiros na Mata do Jacinto

Por Michel Faustino | 16/06/2015 18:15

Airton de Brito Júnior, 24 anos, acusado de matar o traficante George Willian Pereira Kowalewski, 39 anos, no dia 04 de abril do ano passado, com quatro tiros, foi preso ontem (16) na cidade de Cassilândia, a 418 quilômetros de Campo Grande.

Segundo o delegado Fabiano Goes Nagata, titular da 3ª Delegacia de Polícia Cívil da Capital, na época do crime, Airton fugiu para o Estado de Goiás, mas retornou meses depois para Mato Grosso do Sul.

Durante as investigações realizadas em conjunto entre a delegacia da Capital e do interior, Airton foi localizado no município de Cassilândia, preso e encaminhado para Campo Grande.

Os detalhes da prisão serão informados em coletiva que será realizada nesta quarta-feira (17) a partir das 9h na 3ª D.P, no bairro Carandá Bosque.

Crime - Segundo a Polícia, por volta das 21h, George pilotava uma moto Honda Titan pela Rua Alberto Araújo Arruda, tendo Airton na garupa, quando teve início uma discussão. O autor sacou uma arma de fogo e atirou quatro vezes contra a vítima que caiu e chegou a ser socorrida, mas morreu no Pronto Socorro da Santa Casa.

Os dois mantinham uma boca de fumo na região e por isso sempre andavam juntos. Com George foram encontrados 246 gramas de pasta-base de cocaína, uma balança de precisão e R$ 104 em notas trocadas. Já na casa dele, na Rua Pajé, foi encontrado R$ 1.100, dinheiro supostamente oriundo da venda de drogas.

No dia do crime, a PM foi então até à casa de Airton, mas ele não foi encontrado, porém, ele falou com a mãe por telefone e confessou o homicídio. A conversa foi colocada no viva voz para que os policiais pudessem ouvir. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro.

Nos siga no Google Notícias