A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Agosto de 2018

12/12/2016 16:21

Polícia prende DJ e mais 3 em operação contra quadrilha de ‘disk droga’

Luana Rodrigues e Adriano Fernandes
Fabrícia Garcia Lima e Wagner Junior dos Santos Bento, também presos em flagrante. (Foto: Adriano Fernandes)Fabrícia Garcia Lima e Wagner Junior dos Santos Bento, também presos em flagrante. (Foto: Adriano Fernandes)
DJ da Capital, Daniel Junior Teixeira da Silva, 32 anos, o Dan Junior, preso por tráfico de drogas. (Foto: Reprodução/ Facebook)DJ da Capital, Daniel Junior Teixeira da Silva, 32 anos, o Dan Junior, preso por tráfico de drogas. (Foto: Reprodução/ Facebook)

Quatro pessoas foram presas pela Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico), suspeitas de participarem de uma quadrilha que realizava entrega de drogas a domicílio, o “disk drogas”, em Campo Grande. Entre os presos está o DJ da Capital, Daniel Junior Teixeira da Silva, 32 anos, o Dan Junior.

Conforme o delegado João Paulo Sartori, Daniel foi preso em frente a um bar, no dia 29 de novembro, junto com Gleison Viana dos Anjos, 37 anos, e Fabrícia Garcia Lima, 28 anos, depois de uma denúncia anônima.

Eles confessaram que participavam do “disk drogas” e indicaram um endereço que seria do fornecedor do entorpecente.

Os policiais foram até a casa, no jardim Flamboyant, mas encontraram apenas 300 gramas de cocaína, em um berço da criança e uma pistola 9 milímetros.

Fabrícia foi liberada no mesmo dia da prisão, por ser mãe de uma criança de dez meses. Daniel e Gleison permaneceram presos.

Em novo depoimento a polícia, eles entregaram outro endereço da quadrilha, na Vila JacyOs policiais foram até a casa e flagraram Fabrícia, saindo de carro com o marido, Wagner Junior dos Santos Bento, 29 anos.

Ao enxergar a polícia, os dois tentaram fugir e chegaram a bater o carro que estavam em uma viatura, mas acabaram presos, depois que os policiais atiraram nos pneus dos carros.

Fabrícia e Wagner foram presos em flagrante por tráfico de drogas. Com eles, a polícia encontrou 99 papelotes de cocaína e 18 gramas de maconha.

Segundo o delegado, cada papelote era vendido a R$ 50, geralmente em festas da alta sociedade.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions