A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

23/07/2014 15:13

Polícia realiza diligências para encontrar autores de assassinato de policial

Filipe Prado e Alan Diógenes

Os três autores do homicídio do policial militar Valdir Antunes de Oliveira, baleado durante uma tentativa de assalto no Bairro Oliveira, na saída para Sidrolândia, ainda não foram capturados pela polícia.

A Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos), comandada pelo delegado titular Fábio Peró, está realizando várias diligências pelo Bairro União para tentar localizar os acusados do homicídio. Quatro viaturas do BPChoque (Batalhão de Choque) também realizam diligências pela cidade.

Eles percorreram o bairro e conversaram com moradores para encontrar pistas dos acusados.

De acordo com informações, os assaltantes chegaram a pé no estabelecimento Multi Lar, que fica na Rua das Mansões, no Conjunto Oliveira. Eles atiraram no soldado da PM e fugiram. Além da pistola do policial, eles roubaram R$ 200 da loja de materiais de construção.

Na ação, esposa do policial, uma funcionária, o bebê (filho do policial) e um cliente foram mantidos sob a mira de dois revolveres. Ao contrário do que foi informado, as vítimas não foram trancadas no banheiro.

Segundo a funcionária, a esposa do policial disse aos ladrões que poderiam levar o que quisessem, mas que fossem embora logo porque seu marido estava para chegar. Um deles respondeu que sabia que o marido dela era policial e que estava pronto para o embate. Valdir era proprietário do estabelecimento.

Ele foi baleado quando entrou na loja O disparo atingiu o peito, perto do coração. Os três homens fugiram a pé. Segundo testemunhas, eles teriam entrado em um Fiesta. Valdir chegou a ser socorrido, mas morreu no HR (Hospital Regional) Rosa Pedrossian. (Matéria atualizada às 16h18)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions