A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

30/04/2013 10:10

Polícia suspeita que homem foi vítima de latrocínio no São Lourenço

Francisco Júnior e Viviane Oliveira
Magno foi morto na casa da mãe, que fica ao lado do escritório de advocacia. (Foto: Simão Nogueira)Magno foi morto na casa da mãe, que fica ao lado do escritório de advocacia. (Foto: Simão Nogueira)

A Polícia trabalha com a hipótese de que Magno Luiz Amaral da Costa, 36 anos, foi vítima de latrocínio. O caso está sendo investigado pela Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos).

Magno foi morto com um tiro na cabeça na tarde de ontem. Segundo o delegado Fabiano Nagata, cheques em bancos assinados pela mãe da vítima, um aparelho celular, cartões de bancos e uma pasta com documentos foram roubados.

Peritos foram hoje de manhã no local do crime, uma casa ao de um escritório de advocacia, na rua João XXIII, no bairro São Lourenço, para colher detalhes que possam ajudar na investigação.

O escritório pertence à mãe da vítima. Ela contou que estava no imóvel quando escutou um barulho alto e, ao ver o que havia acontecido, encontrou o filho caído com um ferimento na cabeça.

Ela percebeu que o portão de elevação estava aberto e o carro do filho parado na frente da casa. A mulher não viu ninguém deixando o local. A advogada relatou que a rua tem câmeras de segurança.

Magno chegou a ser socorrido para a Santa Casa, mas não resistiu ao ferimento.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions