ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, SEGUNDA  27    CAMPO GRANDE 20º

Capital

Policial atira contra veículo após briga em tabacaria e prende falso "colega"

Segundo ele, homem se apresentou como policial e não tinha porte de arma de fogo

Por Liniker Ribeiro | 06/02/2021 15:01



Confusão envolvendo policial civil em frente à tabacaria na Avenida Eduardo Elias Zahran, na região do Jardim TV Morena, na noite desta sexta-feira (5), terminou em tiros e na prisão de um homem por porte de arma de fogo e desobediência. Vídeos que circulam nas redes sociais mostram o momento que disparos foram efetuados contra carro, no meio da rua.

Nas imagens, grupo de pessoas aparece conversando em frente ao estabelecimento. Em tom de cobrança, duas mulheres questionam homem, de camisa preta e copo de bebida na mão, enquanto outro se aproxima e saca um revólver. Apesar disso, nenhum tiro é disparado.

Simultaneamente, as mulheres que estavam no local questionam o outro envolvido sobre ter ingerido bebida alcoólica e estar armado. Uma delas, inclusive, chega a dizer que ele apontou a arma para sua cabeça.

Pouco mais de um minuto depois, o homem armado retorna para dentro do veículo e tenta deixar o local, mas é impedido pelo outro envolvido, que se apresenta como policial civil, saca arma e dá voz de prisão ao rapaz. Porém, o motorista arranca com o carro, momento em que tiros são efetuados contra o veículo, que para no meio da avenida.

O autor dos disparos é Tony Messias, policial civil e diretor de assuntos trabalhistas do Sinpol/MS (Sindicato dos Policiais Civis de Mato Grosso do Sul). Segundo ele, a ação foi necessária para “evitar um mal maior”.

“O rapaz que aparece no vídeo se passava por policial, ele tinha puxado a arma para bastante gente, quando vi a movimentação questionei de onde ele era, de qual unidade, porque policial não fica puxando arma para ninguém”, afirmou. “Ele começou a desconversar, até que ele puxa a arma e eu fico quieto, a minha estava na cintura. Esperei o melhor momento para abordar ele”, relata.

“Quando entrou no carro, puxou a arma mais incisivamente para mim,falei que ele estava preso e ele fez menção de atirar. Foi quando efetuei os disparos para me resguardar”, revelou ao Campo Grande News.

Um dos disparos, segundo o policial, “resvalou” na coluna de direção do carro e acertou o motorista de raspão, nas costas. O homem foi socorrido e levado à Santa Casa de Campo Grande, sob escolta da Polícia Militar, de acordo com Tony. Segundo apurado pela reportagem, o homem pediu alta, antes mesmo da equipe médica planejar, por volta das 8h37.

Álcool – Assim como alega uma das meninas que aparecem questionando o policial, no vídeo, Tony confirmou ter ingerido bebida alcoólica, porém, afirma ter sido em quantidade controlada. “Eu não estava alterado, ele estava. Eu não posso estar com comportamento não condizente com minha condição”, alegou.

Nos siga no Google Notícias