ACOMPANHE-NOS    
JULHO, QUINTA  29    CAMPO GRANDE 

Capital

População sinaliza problemas em ruas para evitar acidentes

Situações parecidas acontecem no bairro Vila Piratininga e Jardim Paulista, moradores pedem solução

Por Ana Oshiro e Bruna Marques | 18/02/2021 10:39
Buraco na rua Estevão Alves Ribeiro foi sinalizado por morador (Foto: Bruna Marques)
Buraco na rua Estevão Alves Ribeiro foi sinalizado por morador (Foto: Bruna Marques)

Duas ruas e dois bairros diferentes estão sofrendo com o mesmo problema nas vias, buracos que causam prejuízos aos condutores e risco de acidentes na via. Para evitar problemas, os moradores precisaram sinalizar o obstáculo com as próprias mãos.

Na Vila Piratininga, na rua Estevão Alves Ribeiro, um mesmo buraco tem preocupado quem mora próximo ao local. João Batista Pinheiro de Sousa, de 55 anos, reside na esquina da rua onde fica o buraco, para ele o maior problema é falta de qualidade no serviço de tapa-buracos realizado no local.

"Esse buraco sempre é fechado, mas em pouco tempo abre de novo, é como se nunca tivesse sido fechado. Tem que ser feito um bom trabalho ali, a rua não é muito movimentada, só passa o caminhão de lixo, não tem motivo pra ele sempre abrir assim", disse João.

Atualmente o buraco está sinalizado com um pedaço de madeira e um pneu, que foram colocados no local por um vizinho do João. De acordo com o morador, o maior problema é quando chove, já que não dá para enxergar o buraco com a chuva e muita gente acaba tendo prejuízos ao cair dentro dele.

Bueiro sem tampa na rua Paulo Freire, no Jardim Paulista (Foto: Marcos Maluf)
Bueiro sem tampa na rua Paulo Freire, no Jardim Paulista (Foto: Marcos Maluf)

A situação é parecida no bairro ao lado, no Jardim Paulista, mas por lá o problema é a falta de tampa em um bueiro, que, segundo a população da região, sempre fica destampado após as chuvas.

Quem passou pelo cruzamento da rua Paulo Freire e rua Ari Coelho de Oliveira, na manhã desta quinta-feira (18), viu uma placa da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) e um pallet sinalizando o buraco, mas quem fez a primeira sinalização foi Carlos Antonio Gonçalves, de 61 anos, dono de uma empresa bem em frente ao bueiro.

Trabalhando no local há 20 anos, ele diz que o problema é comum e sempre se repete, mesmo com a prefeitura arrumando a tampa."Já consertaram várias vezes, mas sempre volta a acontecer. Tem cerca de três dias que tá assim, a tampa sai com a chuva. Eles vem aqui, colam a tampa com cimento, mas se passar um carro mais pesado ou chover forte, a tampa sai e o bueiro volta a ficar aberto", comentou o empresário.

Na manhã de ontem (17) ele e um amigo haviam sinalizado o local com um pedaço comprido de madeira e plástico, mas hoje cedo uma equipe da Agetran passou na rua, viu o buraco e colocou a placa.

"Vários veículos já ficaram danificados por passarem nesse bueiro sem tampa. Ontem sinalizei principalmente por causa dos motoqueiros, que acabam sendo os mais prejudicados. Isso precisa ser arrumado direito", finalizou Carlos.

O Campo Grande News entrou em contato com a Prefeitura de Campo Grande, mas até o fechamento da reportagem não tivemos retorno.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário