A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

19/04/2012 08:55

"Porque não joga a mãe?", estampa publicitário em sofá abandonado em terreno

Luciana Brazil
Indignado, publicitário picha no sofá: Por que não joga a mãe?Indignado, publicitário picha no sofá: "Por que não joga a mãe?"

Um grito irônico via web foi a maneira que o publicitário Guilherme Martins, 29 anos, encontrou para chamar a atenção. Ele postou no site de relacionamento Facebook a foto de um sofá que foi jogado no terreno baldio ao lado de sua casa, no bairro Vilas Boas. “Esse é meu canal de indignação que alcança todo mundo”, frisou.

Além de divulgar o desrespeito, o publicitário fez questão de escrever no móvel uma indagação sobre o que mais faltaria jogar no local. "Por que não joga a mãe?"

O terreno é grande, de acordo com os moradores, e o mato já tem aproximadamente quatro metros de altura. O problema se arrasta por mais de três anos e tem incomodado a todos os vizinhos da redondeza.

“Há pelo menos três anos ninguém mexe nesse terreno. Cada um diz uma coisa, mas o que se sabe é que o terreno é particular”, contou o engenheiro eletricista Galdino Ricardo da Silva.

Segundo ele, a área já foi notícia. “Esse terreno já pegou fogo duas vezes e queimou a minha cerca elétrica. É um perigo”, disse Galdino. “Não posso abrir a janela do quarto porque entre muito bicho”, ressaltou.

Além do lixo, o terreno abandonado se torna refúgio para insetos, podendo também servir de esconderijo para ladrões e usuários de droga. “É um esconderijo para marginal”, lembrou o publicitário.

A dona de casa Débora Soares também se revoltou com a situação e afirmou que o perigo fica a espreita, já que o terreno fica bem em frente a sua casa.

Promotoria e prefeitura firmam acordo para recuperar área de preservação
Foi celebrado entre o MPE (Ministério Público Estadual) e a prefeitura de Campo Grande acordo para recomposição da vegetação nativa da área de preser...
Concurso recebe inscrições para 83 vagas técnico-administrativas
Seguem abertas as inscrições para o concurso que oferece 83 vagas para técnico-administrativos em Educação na UFMS (Universidade Federal de Mato Gros...
Vice-governadora visita projeto em que detentos reformam escolas
O projeto "Pintando e Revitalizando a Educação com Liberdade", desenvolvido pelo Poder Judiciário estadual, foi conhecido e elogiado na sexta-feira (...
Crianças do Vespasiano Martins recebem Papai Noel e ganham presentes
As crianças do loteamento Vespasiano Martins, na periferia de Campo Grande, receberam a visita especial do Papai Noel neste sábado (16). Foram distri...


na av Miguel Ferreira em frente ao numero 847 também tem sofá. Falta de educação total!!! o que fazer?
 
MARIA DE LOURDES em 19/04/2012 10:55:01
Ricardo Martins, estou mesmo.. uma ceguinha rssrsr Mas já me desculpei em outro comentário que não foi postado. Coisas da censura campograndenews. Mas realmente as prefeituras deviam duvulgar o que devemos fazer com o lixo desse porte, com as lâmpadas, pilhas, baterias... Mais uma vez, parabéns ao publicitário que acendeu em nós essa vontade de mudar a situação dos descarte dos resíduos sólidos
 
Cynthia Cabral em 19/04/2012 10:46:55
Essa é mais uma questão dos políticos de outrora e que é fomentada por alguns políticos atuais "assistencialismo sem razão de ser" deixando um legado de desatenção e falta de educação ambiental. Todos nós somos responsaveis por nosso lixo, todos nós somos responsavéis pela segregação e deposição de nosso lixo, todos nós somos responsáveis pelo futuro de nossas condições ambientais, viu só, Todos..
 
CLAUDIO MOREIRA em 19/04/2012 10:38:01
Lendo a matéria e vendo o comentário de Cynthia Cabral, ocorreu-me uma dúvida? Se eu resolvo me desfazer do sofá de casa, ou da geladeira, ou qualquer outro bem de porte parecido e o coloco ao lado de minha lixeira, a empresa que tem a concessão da coleta de lixo vai recolher? Em qual dia da semana ou do mês posso fazer isso?
 
Celio Mota em 19/04/2012 09:57:00
Tb vou participar deste movimento, moro na regiao oeste, na via de acesso a saida d corumba, e realizo minha caminhada acompanhado de meu filho d apenas 3 anos, e ele me pergunta, pq jogam as coisas (lixo)? "Tb vou enviar, fotos" obs: poderiam contratar "guardas" p/realizaem rondas, nesses locais onde eu, e, muitas outras pessoas utilizam p/exercicios.
 
davidmanoel7@ibest.com.br em 19/04/2012 09:56:35
Cyntia Cabral, acho que voce esta ruim das vistas. ele pixou o sofá e nao como voce disse que ele escreveu em um cartaz de papelão. a ideia foi magnifica do Guilherme
 
ricardo martins em 19/04/2012 09:43:28
Acho um absurdo as pessoas jogarem qualquer tipo de lixo nas ruas, quanto mais um sofá!!! Mas achei grosseira a atitude do rapaz.. é mais um lixo na rua.. o cartaz de papelão... Valeria mais uma campanha educativa, persistente e constante. De qualquer forma, que bom que se indignou :)
 
Cynthia Cabral em 19/04/2012 09:17:02
VOU DAR UMA SUGESTÃO. SITUAÇÃO QUE JÁ OCORREU COMIGO. COLOCA UMA PLACA DE VENDE-SE NO IMÓVEL QUE LOGO O PROPRIETARIO APARECE,
 
josé inacio Dias em 19/04/2012 08:27:15
multa alta no proprietario do terreno,se esse terreno ta vazio com mato alto e sujeira é pq o dono não precisa e nao se importa com o proximo.
 
marcos felix em 19/04/2012 07:08:50
Bastante interessante a abordagem desse assunto. Esse tipo de coisa está se tornando hábito nas ruas da cidade, o que é lamentável. O aluguel de uma caçamba pequena não custa tão caro e resolve o problema, é o que faço quando preciso descartar alguma coisa. Parabéns ao Guilherme pela forma criativa que encontrou para protestar, adorei :))
 
Eliane Barcelos Alves em 19/04/2012 02:51:14
Parabens Guilherme, não justifica jogar qualquer tipo de material ou movel nos lugares que sujam nossa visão, muitas pessoas precisando, falo isso porque ja dei muitos moveis usados para pessoas e tb na loja de moveis e usados eles reformam (fogão, sofa, armarios). Ajude a cidade ficar limpa nos agradecemos e a mãe natureza tambem.
 
Aparecida da Silva em 19/04/2012 02:44:08
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions