A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

28/04/2012 08:02

Prefeito lança novo programa de esgoto para atender 240 mil moradores

Wendell Reis
Com o projeto aprovado, a prefeitura espera que Campo Grande seja a primeira capital do País a universalizar o acesso à coleta e tratamento de esgotoCom o projeto aprovado, a prefeitura espera que Campo Grande seja a primeira capital do País a universalizar o acesso à coleta e tratamento de esgoto

O prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho (PMDB), tem um compromisso público agendado para este sábado (28). Pela manhã, às 8h30, o prefeito participa do lançamento do Sanear Morena III, considerado um projeto de universalização da cobertura de esgoto em Campo Grande. A cerimônia acontece na avenida José Barbosa Rodrigues com a avenida Amaro Castro Maia, no Jardim Aeroporto.

Com o projeto aprovado, a prefeitura espera que Campo Grande seja a primeira capital do País a universalizar o acesso à coleta e tratamento de esgoto. Esta é a terceira etapa do programa de saneamento, que prevê investimento de R$ 636 milhões, garantindo a expansão da coleta e tratamento de esgoto para 100% da população.

A etapa terminará em 2025. A Águas Guariroba terá de implantar 2.200 quilômetros de rede, 45 quilômetros de interceptadores, duas estações de tratamento de esgoto, nas regiões do Imbirussu e do Nova Lima, e a ampliação das estações de esgoto já existentes, nos bairros Los Angeles e Sayonara.

A previsão é de que 240 mil moradores de 418 bairros de Campo Grande sejam beneficiados. A prefeitura afirma que mesmo com o incremento de quase 150%, o usuário não será onerado com o aumento da tarifa e só pagará a revisão anual, com base no IPCA.

Na primeira fase do Sanear Morena, entre 2006 e 2008, foram implantados 712 quilômetros de rede coletora de esgoto, com 43 km de interceptores, 12 km de linhas de recalque e emissários, 57.550 ligações domiciliares, oito novas estações elevatórias (bombeamento) e cinco ampliações, bem como uma estação de tratamento de esgoto com capacidade para tratar 720 litros por segundo.

O segundo programa foi lançado em 2010, levando o serviço a região do Imbirussu. Com investimento de R$ 57 milhões, ocorreu a implantação de 139 quilômetros de rede coletora de esgoto, 13.066 domiciliares, 13,3 quilômetros de interceptores, 180 metros de linha de recalque, uma estação elevatória e uma estação de tratamento de esgoto, com vazão de 120 litros por segundo. A obra atende 33 bairros e com a conclusão vai beneficiar 42 mil pessoas.



sou presidente do bairro da nova campo grande, é muito tempo para esse beneficio chegar até aqui, que é bom é, mais será que os sucessores do nosso prefeito vai manter tal compromisso assumido ou será mais ano eleitoral?
 
Marcos Antonio pedrosa Espinoça em 28/04/2012 08:25:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions