A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

13/01/2011 10:04

Sindicalistas sofrem processo disciplinar

Paulo Fernandes

Procuradoria-Geral abriu processo disciplinar contra 3 grevistas.

Além da convocação pela Prefeitura de 355 agentes de saúde e de controle de epidemiologia, o Procurador-Geral do Município em exercício, Marcelino Pereira dos Santos, instaurou três processos disciplinares contra agentes. Os três servidores com processos instaurados estão à frente do sindicato responsável pelo movimento grevista.

A paralisação entrou hoje no décimo dia e acontece em um período de alta incidência de dengue.

Os processos administrativos são contra o presidente do sindicato, Amado Cheikh, contra o sindicalista Ivar Guilherme Zanette e Paulo Cesar Ribeiro.

A condução dos processos será feita por Renato Candido Viana, José Roberto Nunes Rodrigues e Éderson Aparecido Barros Rodrigues. Renato presidirá as três comissões.

As resoluções da PGM não falam de greve, mas de “irregularidades funcionais”.

A Prefeitura já anunciou que irá cortar o ponto dos grevistas. O prefeito Nelson Trad Filho diz que não irá negociar com os agentes enquanto eles estiverem parados.

Prefeitura convoca 355 agentes de saúde
Duas comissões da prefeitura foram criadas para punir grevistas.Os presidentes das comissões que irão apurar a infração disciplinar dos agentes de s...
MPT diz que não pode mediar fim da greve dos agentes de saúde
O MPT (Ministério Público do Trabalho) não poderá mediar o fim da greve dos agentes de saúde de Campo Grande. Isso porque a relação de trabalho entre...
Comissão que vai apurar greve de agentes de saúde está sendo formada
A assessoria de imprensa da prefeitura de Campo Grande afirmou nesta manhã que as comissões criadas para apurar infrações cometidas pelos agentes de ...
Brinquedos feitos por detentos são doados para crianças em escola
Parceria feita entre a a Semed (Secretaria Municipal de Educação) e a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) garantiu ne...


É uma vergonha o salário pago a essa classe, e vergonha maior ainda o tratamento que esse senhorzinho nosso prefeito faz com eles. Todo apoio a greve dos agentes de saúde, pela melhoria das condições de trabalho da categoria !!!!

Saudações a todos
 
Wilson Faria Lima em 14/01/2011 12:47:40
Em terra de cegos, quem um olho é caolho. Em terra miscigenada quem tem um nome ou seja de origem estrangeira tem tudo. Aí está o adubo... Crescer... apenas crescer... Os futos são as mangas das famílias Bourbon.
 
Ezio Jose em 13/01/2011 12:34:53
A força patronal decide tudo a seu puro critério, e a massa trabalhadora conta apenas com a força de um sindicato as vezes largados às moscas e sem força alguma frente ao poder dos empregadores.
Triste é ver que enquanto políticos votam seus aumentos salariais monumentais sem nem ao menos se importar com o valor da folha a ser gerada, o trabalhador, aquele que por sua vez tem o direito de protestar a favor de melhorias, que seja com greve, agora pode ter esse direito danificado pela força patronal e pelo poder dos mais favorecidos, inclusive dos nossos governantes, Federais, Estaduais ou Municipais, que ali foram colocados por nós e para nós, até mesmo muitas vezes por aqueles que sofrerão penalidades administrativas ou outras, provando que o trabalhador não tem o direito respeitado de procurar melhorias salariais e melhorias no ambiente de trabalho.
Quando o povo descobrir a sua força, a sua possibilidade de decidir e seu DIREITO de querer dias melhores, teremos mudanças significativas.
 
Bruno Ferreira em 13/01/2011 11:00:20
Eh infelizmente o Prefeito tem muitas palavras e pouca ação,tambem não consegue resolver os problemas dos postos de saúde,mas e mesma politica do nosso governador que deixa de lado o dialogo e parte para parte punitiva como forma de intimidar servidores. Quando campo grande e mato grosso do sul vai acordar.Penso eu faz de qualquer jeito depois vem as conseguencias ai ninguem assumi nada........
 
paulo henrique em 13/01/2011 10:44:16
È realmente uma tristeza ver este prefeito agindo assim, a greve e um direito e tem que ser respeitada seu nelsinho, não é atoa que te chamam de 'nelsinho', talves porque você e pequeno mesmo, quando era vereador falava que ia fazer isso aquilo e hj como prefeito não faz nada, não tem competência .é so andar pela cidade e ver ruas esburacadas, falta iluminação, corregos destruindos casas e etc...se não fosse o governo federal estariamos perdidos de vez...voce prefeito não e o dono da prefeitura nos povo e que somos negocia logo e acaba com esta greve e trabalhe mais pela nossa cidade mas com objetivo e não com mentiras e ignorancia, e os vereadores cade que tambem não agem..são uns bando de boa vida....que 'DEUS' NOS ACUDA!
 
Luciana Camargo em 13/01/2011 10:40:40
Justiça seja feita!

O poder Judiciário decretou a greve ilegal e expôs a sua razão.
Em nenhum momento disse que os trabalhadores não teriam direito a melhores salários.

O não cumprimento de acordo da categoria em relação a data para negociação salarial, além de ser questionável a legalidade do referido Sindicato que não possui a tal "carta sindical" e o não retorno ao trabalho aos poucos fazem com que a opinião pública se manifeste contrária a este movimento grevista. Eu sou um deles.

Existe também o momento crítico em que este movimento é deflagrado.

Nas entrelinhas parece oportunismo maquiado por interesses políticos.

Companheiros, a razão tem limites.

Muitos reclamam das condições de trabalho, do baixo salário e "disso e daquilo".

Se é verdade, a insatisfação fará com que esta luta perca o clamor e será em vão.

No serviço público existe limite, regras e leis que devem ser obedecidas.

Situação semelhante na iniciativa privada o patrão diria "passe no setor de pessoal e acerte as contas" e no dia seguinte teria dezenas de pessoas na porta da empresa disputando a sua vaga.

A causa trabalhista entusiasma quando se põe à mesa de negociação o clamor de um pai que defende com o suor de seu trabalho o sustento de sua família. O clamor da esposa que enfrenta as dificuldades para ajudar o esposo a manter a casa. O clamor do jovem que sonha em concluir os estudos para enfrentar novos desafios. O clamor de quem faz do "pouco" o "muito". Estes, pais, esposas e jovens, jamais esquecerão a conquista do emprego e a alegria de se ter uma carteira assinada, plano de saúde e salário à receber no final do mês.

Se existe INSATISFAÇÃO e DESCONTENTAMENTO a reflexão é saber se realmente gosta do que faz. Se ao tomar posse e assinar contrato trabalhista sabia das funções, salário, horário...
Sem desmerecimento, muitos gostariam de estar em seus lugares. Aqui fora a coisa não tá fácil.

A reinvindicacão é JUSTA, mas o CAMINHO, a FORMA, o MEIO, o MOMENTO, segundo o poder judiciário e a prefeitura não está correto.

Se a DENGUE aumentar e começar a morrer pessoas, por mais que a culpa não sejam de vocês, de alguma forma serão responsabilizados, por serem importantes para o funcionamento do sistema. A população no geral e o poder público são componentes na ação de combate e prevenção desta doença que MATA.

A prefeitura, através do Prefeito Nelsinho Trad, em nenhum momento se negou a negociar com os trabalhadores. Parabenizo a atitude do prefeito, pois só bons administradores tem a coragem e determinação de assumir posicionamento claro, direto e objetivo em defesa da causa e da coisa pública.

Se realmente querem melhores condições de trabalho e de salário voltem ao trabalho.

Caso não retornem estarão sendo intransigentes e inconsequentes.

Campo Grande precisa de vocês, tanto quanto vocês precisam de Campo Grande.
Ou não.
 
Rui Spínola Barbosa em 13/01/2011 10:33:29
Fiquem tranquilos IVAR, PAULO E OS OUTROS o AMADO tem uma equipe de advogados que são ligados ao PPS, que esta apoiando esta greve através do seu presidente Athayde esse e de luta, luta com força para exonerar os funcionários publicos.
 
abraao do nascimento em 13/01/2011 10:33:12
Já que o prefeito diz que oSindicato se comprometeu em não paralizar,assinando um documento,porque não mostra para população e o sindicato que ele diz que não o reconhece, é o mesmo sindicato que foi reconhecido pelo prefeito em janeiro do ano passado na prefeitura municipal de Campo Grande, na presença de uns 50 agentes de saúde, e agora tão dando dor de cabeça a ele, o mesmo volta atrás?CADÊ O SEU BIGODE SR° NELSON TRAD FILHO?
 
francisca queiroz de araujo em 13/01/2011 08:08:56
O direito a greeve é legitimo e os 30 por cento estão trabalhando, portanto outros sindicatos tem que ser solidários nessa questão senão estaremos voltando a época da ditadura,sindicato dos fiscais e sindicato dos funcionários públicos(sisem) cd voces, a derrota desta greve vai ser a derrota de todos, precisamos apoiar, urgente.
 
jorge cabral em 13/01/2011 06:30:53
Vocês tem noção de quanto um agente de saúde ganha por mês?É uma vergonha!!!!!!!!Infelizmente tem que acontecer num período crítico para que a população venha saber o que acontece por trás da nossa saúde.É preciso que as nossas autoridades tomem uma atitude.Os agentes tem mais que brigar por um salário mais justo.
 
Marcia Souza em 13/01/2011 04:19:34
Amilton Ferreira vc deve estar bem empregado ganhando um salário digno, sentado em uma cadeira confotável em uma sala com ar condicionado. Vai trabalhar num sol de 35 graus, comendo marmita azeda, porque nem marmitex senhor Nelsinho fornece, não tendo nem um lugar para fazer as necessitades básicas de um ser humano eles estão tendo. Falar é fácil quando se está do outro lado e nao estar vivendo a situação. Como dizem pimenta nos olhos dos outros.... E nao entendo a necessidade desumana de exigir puniçao de pais e mães de família que estão simplesmente buscando melhores condições de trabalho. Fica aqui minha idignaçao com esse seu comentário no mínimo desinformado da realidade das coisas.
 
Fernando Silva em 13/01/2011 02:39:42
A greve é um direito e a reivindicação dos agentes é legítima, mas para uma greve acontecer é necessário respeitar algumas condições. A greve dos agentes já é ilegal porque os funcionários se comprometeram a não entrar em greve durante a negociação salarial e assinaram documento confirmando isso. Eles estão descumprindo o próprio acordo. Quem é vilão agora? Vocês precisam aprender a ler notícias com profundidades e não só o título, a forma que vcs encontram para defender esses trabalhadores é acusando o prefeito.... Se liguem!
 
Luis Cláudio Ferreira em 13/01/2011 02:35:53
Acredito que algumas coisas tem que ser lembradas.Quando estes agentes vão nas casas das pessoas fazer o trabalho , muitos são mal recebidos pelos moradores,os quais algumas vezes não acatam as recomendações dos agentes. O combate a dengue é responsabilidade de todas as pessoas. Agora o poder público age como se só os agentes fossem responsáveis.

Será que se estes agentes entrassem em greve em outra época do ano, eles iriam pelo menos ser ouvido e causado tanto barulho... É a estratégia deles para serem ouvidos.

Oque é preciso é o prefeito descer do seu pedestal e conversar com a categoria e realmente falar a verdade, pois ele apenas fala de documentos assinados pelo sindicato mas não mostra nada .

Os politicos tem o mau costume de procurar o povo apenas quando precisa de voto.

Ele (Nelson Trad Filho) diz que não atende protesto e não reconhece greve. Por que ele não fala isto quando sai em campanha para pedir voto?

Por que quando ele esta´em campanha ele faz questão de aparecer em todos os cantos da cidade pedindo voto e agora quando os peninos aparecem ele se esconde?
 
José Fábio de Castro Santos em 13/01/2011 01:52:25
O prefeito tem que ver que os agentes de sáude não culpados pelo problema da dengue em Campo Grande, a cidade não é só formada por esse segmento, cadê as outras áreas responsáveis.Onde está a equipe de limpeza da cidade, porque não se investe mais na educação do povo para não jogar lixo por aí, tem que investir mais é na cultura do povo Sr,prefeito, aplicar recursos com dinheiro que é do povo para fazer programas educacionais , aí, o Sr, mata o mal pela raíz.
Rosaura,
 
Rosaura P.Silva em 13/01/2011 01:50:00
O direito a greve é legítimo,não está satisfeito tem de lutar pelo melhor, os funcionários da prefeitura ganham muito mau mesmo..tudo está certo.

Agora a postura desse sindicato não é correta: Está usando funcionários em estágio probatório em greve ilegal;
Estamos em epidemia de dengue;

Acredito que possa gerar processos criminais ou indenizatórios contra esse sindicato por parte do contribuinte e da população que recolhe impostos em dia e precisa ser atendido pelos órgãos públicos.
 
Roberto Lucena em 13/01/2011 01:45:01
cade o prefeito de campo grande que não aparece em nada , mas para receber o premio de melhor administrador sera que concedeu o premio conhece de adm publica
 
roberto dos santos braga em 13/01/2011 01:36:08
E o Principio da igualdade, como fica, porquê só três são processados, teriam que ser todos os grevistas. caros leitores, minha indignação é porque logo na época da ipidêmia da Dengue que decidem entrar de grave. aproveitaram que todos estão vulneravel a doença para fazer isso.
 
amilton ferreiram de almeida em 13/01/2011 01:10:14
Ai Srºs Vereadores onde voces estão?aparece politicos de final de mandato, saem de baixo da saia do prefeito, voces foram eleitos par aisso , para resolver tambem os problemas da populção , pois com a falta desses heroi agentes , heroi porque trabalhar com esses salarios são heroi mesmo , na falta de condições de trabalho, vai afetar a população que elegeram os senhores , coloca a mão na consciencia e venha resolver esses problemas . que tambem é dos senhores , ah esqueci que os senhores nao moram na periferia , .. um abraço
 
jose candido da silva em 13/01/2011 01:09:37
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions