A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

25/03/2014 13:00

Prefeitura corre contra o tempo para não perder R$ 120 milhões em obras

Edivaldo Bitencourt e Kleber Clajus
Entra do Parque Airton Senna, onde fica pista de atletismo. (Foto: Cleber Gellio)Entra do Parque Airton Senna, onde fica pista de atletismo. (Foto: Cleber Gellio)

A Prefeitura de Campo Grande tem apenas dois meses para licitar obras e não perder R$ 120 milhões em investimentos. Entre os projetos que correm o risco de não sair do papel estão a pista de atletismo do Parque Airton Senna, no Conjunto Aero Rancho, e a revitalização da Avenida Ernesto Geisel, entre a Rua Santa Adélia e Avenida Campestre.

O risco de perder recursos e a necessidade de agilizar os tramites burocráticos foi tema de nova reunião,na manhã de hoje (25), na Caixa Econômica Federal entre o superintendente do banco, Paulo Antunes Siqueira, e o prefeito Gilmar Olarte (PP).

O caso mais emblemático da gestão de Alcides Bernal (PP), cassado pela Câmara Municipal no dia 12 deste mês, foi a construção da pista de atletismo no parque. Segundo a secretária adjunta de Infraestrutura, Habitação e Transporte, Kátia Castilho, o Governo federal liberou R$ 6 milhões, mas a falta de averbação impediu a execução do projeto.

“Só falta a averbação e vamos agilizar”, prometeu Olarte, ao deixar a reunião para se encontrar com o arcebispo de Campo Grande, Dom Dimas Lara Barbosa. Ele disse que vem tomando todas as medidas burocráticas que travavam os investimentos.

A obra da Ernesto Geisel está orçada em R$ 47 milhões. (Foto: Cleber Gellio)A obra da Ernesto Geisel está orçada em R$ 47 milhões. (Foto: Cleber Gellio)

Outro caso é a revitalização da Ernesto Geisel, que poderá ter ciclovia, áreas de contemplação e área de lazer entre o Shopping Norte Sul Plaza e o Bairro Aero Rancho. A obra está orçada em R$ 47 milhões, mas depende de nova licitação e reprogramação do empreendimento. Se o projeto não for licitado até junho, a Prefeitura perderá o investimento, apesar do dinheiro estar na conta desde 2012.

A Prefeitura precisa licitar até junho também a continuidade do PAC do Bálsamo, que totaliza R$ 63 milhões. Um dos problemas é a falta de liberação da ALL (América Latina Logística) para a via marginal passar pela passagem de nível na altura da Avenida Três Barras, no Bairro Rita Vieira.

“Conseguimos a sinalização da ALL de que vai liberar a construção ontem”, contou o prefeito, esperançoso de que a obra seja retomada nos próximos dias. Outro problema é a falta de desapropriações na região, que também estão sendo retomadas.

Gilmar contou que também conta com outros 30 projetos, que somam R$ 40 milhões em investimentos, e precisam ser licitados até junho para não perder os recursos liberados pelo Governo federal.

Chuva alaga trechos nas avenidas Mato Grosso e Ernesto Geisel
A forte chuva que cai, neste momento, na Capital alaga trechos das avenidas Mato Grosso e Ernesto Geisel. Na Mato Grosso, esquina com a Rua Bahia, ve...
Ceinf recebe nesta quinta parque de pneus construído por detentos
Acontece nesta quinta-feira (14), a partir das 8h no Ceinf (Centro de Educação Infantil) Rafael Abraão - CAIC Aero Rancho, a entrega do parque constr...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions