A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

23/12/2010 09:54

Capital abre licitação para obras na avenida Júlio de Castilho

Aline dos Santos
Avenida espera revitalização há dois anos. (Foto: Arquivo / Marcelo Victor).Avenida espera revitalização há dois anos. (Foto: Arquivo / Marcelo Victor).

A prefeitura de Campo Grande abriu processo de licitação para obras de infraestrutura urbana e revitalização da avenida Júlio de Castilho, uma das vias mais problemáticas da cidade.

As empresas devem entregar as propostas no dia 28 de janeiro, na prefeitura da Capital. O documento deve ser acompanhado pela quantia de R$ 384 mil, a título de garantia de proposta.

O edital custa R$ 200 e pode ser adquirido na Seintrha (Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação), localizada na saída para São Paulo. O prazo de execução da obra é de um ano e dois meses após a emissão da ordem de serviço.

Ao todo, a revitalização da avenida terá recursos de R$ 18 milhões, sendo parte do dinheiro oriunda de empréstimo com o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento).

Ontem, o prefeito Nelsinho Trad (PMDB) explicou que fará reuniões com os comerciantes da região. “Vou me reunir com os comerciantes separadamente para que eles saibam quando começa e quando termina a obra. Desta forma, eles poderão dar férias coletivas ou acabar com o estoque”, afirmou.

A intervenção na Júlio de Castilho, que finalmente deve ser concretizada em 2011, chegou a ser anunciada pela prefeitura como projeto a ser executado no decorrer deste ano.



Está faltando visão de área para os engenheiros de trânsito de Campo Grande. Temos a Av Eng Amélio Carvalho Baís e Rua Fernando de Noronha, entre a Av Júlio de Castilho e a Av Euler de Azevedo, que poderia ser uma opção de acesso ao centro para os bairros Zé Pereira, Panamá, Canadá, Santo Amaro, Vila Almeida, Coopatrabalho, Santa Carmélia e Canadá. Com pequenos recursos, a Av Eng Amélio Carvalho Baís e a Rua Fernando de Noronha poderiam ser melhoradas, aliviariam muito o trânsito da Júlio de Castilho e permitiriam o acesso de todos os bairros citados à Av Tamandaré, Orla Morena, Ernesto Geisel e Treze de Maio. Imaginem em quanto aliviaria o trânsito da Júlio de Castilho o escoamento para essa alternativa. As obras executadas na Júlio resolverão o problema por quanto tempo??? Com certeza não será por muito tempo.
 
jose rodrigues em 24/12/2010 11:16:14
Já era tempo dos governantes eleito pelo povo se conscientizarem, que Campo Grande as ruas estão pessimas, quero reiterar que a Av. Afonso Pena, esta horrivel, do circulo militar até o corrego, socorro para os automoveis que por ela transitam, e o bolso dos proprietarios, urgente que se tome uma providência. Acorda NELSINHO.
 
RONALDO PENEDO em 24/12/2010 06:37:40
LEI N° 8.666
Art. 32
§5o Não se exigirá, para a habilitação de que trata este artigo, prévio recolhimento de taxas ou emolumentos, salvo os referentes a fornecimento do edital, quando solicitado, com os seus elementos constitutivos, limitados ao valor do custo efetivo de reprodução gráfica da documentação fornecida
 
Jose B. F. Junior em 23/12/2010 10:55:54
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions