A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

05/05/2015 20:30

Prefeitura estuda solução para má conservação e falta de ligação entre ciclovias

Michel Faustino
Reunião entre representantes da prefeitura, vereador e sociedade civil foi realizada na tarde de hoje.Reunião entre representantes da prefeitura, vereador e sociedade civil foi realizada na tarde de hoje.

A prefeitura de Campo Grande estuda formas de solucionar problemas na má conservação da malha cicloviária da Capital e na falta de ligação entre os trechos. A situação foi tema de reunião pública realizada na tarde de hoje (05) na Câmara Municipal.

Durante a reunião, que contou com a participação de representantes do Bptran (Batalhão de Trânsito da Policia Militar), Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente), Planurb (Instituto de Planejamento Urbano) Detran, além de coordenadores de grupos de pedal, foi apresentado um relatório produzido durante visita técnica realizada ontem (4) na ciclovia da Avenida Afonso Pena.

Segundo o vereador Eduardo Romero (PT do B), propositor da reunião, visita semelhante foi realizada em 2013, quando foi produzido um documento com todas as necessidades do trajeto e entregue ao então secretário Semy Ferraz. Algumas melhorias foram providenciadas, alguns problemas não foram resolvidos e outros surgiram.

‘Desde o início do nosso mandato pedimos que a ciclovia da Afonso Pena fosse interligada. Faltam duas quadras para que ela tenha interligação com o Parque das Nações Indígenas e Parque Francisco Anselmo – Parque Sóter. Isto ainda não foi realizado e continuamos cobrando para mais segurança", frisa o vereador.

Conforme os números apresentados, entre ciclovias, ciclofaixas e calçadas compartilhadas, Campo Grande tem atualmente aproximadamente 90 km. Oficialmente se considera 71 km porque alguns trechos não são de domínio da prefeitura.

De acordo com a representante do Planurb, Christina Chicol Manvailer Gonçalves, a prefeitura estuda a elaboração de um plano cicloviário onde todas as modificações e melhorias sejam contempladas, inclusive, as que prevê a interligação de toda a malha cicloviária.

No entanto, Christina ressalta que não existe ainda uma previsão para que as adequações sejam feitas, tendo em vista que existem “outras prioridades”.

O vereador Eduardo Romero lembra que a situação será novamente discutida no dia 19 em audiência pública, entre outras ações que serão desenvolvidas ao longo do mês, que é considerado o mês do ciclista.

De família de escritores, médico lança amanhã livro com poemas
O renomado psiquiatra Marcos Estevão lança nesta quinta-feira (14) em Campo Grande o livro de poesias "Pedaços de Mim", que é um compilado de poemas....
Renegociação de dívidas com a Águas Guariroba segue sendo realizada
Vai até o dia 29 deste mês a campanha "Fique em Dia", realizada pela Águas Guariroba para renegociar as dívidas que os consumidores têm com a empresa...
Com inspiração japonesa, luzes vão iluminar compras no Centro
Iluminação especial passa a ser adotada, nesta quarta-feira (13), na região central de Campo Grande. Dezesseis estruturas de alumínio, com lâmpadas d...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions