A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

01/06/2018 11:08

Prefeitura prevê gastar até R$ 47 milhões em novo edital do tapa-buraco

As propostas das empresas devem ser entregues ao Poder Eexcutivo no dia 4 de julho

Aline dos Santos
Serviço de tapa-buraco terá nova licitação em 4 de julho. (Foto: Alcides Neto/Arquivo)Serviço de tapa-buraco terá nova licitação em 4 de julho. (Foto: Alcides Neto/Arquivo)

Com teto de R$ 47,9 milhões, a nova licitação da prefeitura de Campo Grande para o tapa-buraco recebe propostas no dia 4 de julho. Do valor limite para a concorrência 10/2018, o maior montante vai para a região do Anhanduizinho: R$ 10.707.135,14.

Na sequência vem o Centro (R$ 8.692.676,96), Lagoa (R$ 7.556.452,71), Bandeira (R$ 6.288.238,53), Imbirussú (R$ 5.828.039,50), Prosa (R$ 4.786.689,82) e Segredo (R$ 4.082.318,79).

Conforme o edital, a licitação é para contratar empresa especializada em pavimentação para execução de manutenção de pavimento asfáltico, recomposição da capa asfáltica, recomposição da estrutura do pavimento, com fornecimento de materiais.

O último processo licitatório do tapa-buraco em Campo Grande foi marcado por uma saga. O edital foi lançado em 28 de abril do ano passado, com teto de R$ 47 milhões. Na sequência, em maio de 2017, foi suspensa pelo TCE/MS (Tribunal de Contas).

Sendo liberada dois meses depois e o valor reduzido para R$ 43 milhões. Os contratos com as quatro vencedoras foram assinados apenas em dezembro de 2017. As empresas são Pavitec, MR & JR Locação de Máquinas e Equipamentos, Diferencial e Gradual.



A prefeitura nem acabou com o primeiro edital de tapa buracos e ja esta fazendo outro, tem bairros que já faz 6 meses na buraqueira e nada de arrumar, quem sabe agora sai, isso e uma vergonha, e se o serviço fosse bem feito ainda poderia esperar por mais tempo.
 
Eraldo Afonso Bento Afonso em 01/06/2018 14:10:10
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions