ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEGUNDA  04    CAMPO GRANDE 21º

Capital

Prefeitura promete, não entrega proposta e professores mantém greve

Por Alan Diógenes | 01/06/2015 20:03
Presidente do Sindicato dos Professores disse que 60% da categoria permanece em greve. (Foto: Fernando Antunes)
Presidente do Sindicato dos Professores disse que 60% da categoria permanece em greve. (Foto: Fernando Antunes)

Apesar de promessas, a Prefeitura Municipal de Campo Grande não apresentou, na tarde desta segunda-feira (1º), a proposta concreta para resolver o impasse do reajuste salarial dos professores da Reme (Rede Municipal de Ensino). Desta forma, 60% da categoria ainda permanece em greve.

Conforme o presidente da ACP/MS (Sindicato Campo-grandense dos Profissionais da Educação), Geraldo Gonçalves, após reunião com vereadores nesta manhã, o secretário de Administração Wilson do Prado e o secretário-adjunto de Planejamento, Finanças e Controle, Ivan Jorge, prometeram enviar a proposta até às 16h30 de hoje. “Nós realizamos assembleia na sede da ACP, mas a proposta não chegou. Então decidimos manter a greve”, explicou.

Segundo Geraldo, 50 das 88 escolas da rede municipal de ensino permanecem em greve. A categoria já se organizou para mais uma manifestação, a ser realizada às 9h desta terça-feira (2), na Câmara Municipal. “Continuamos insatisfeitos com o que vem acontecendo. O prefeito se mostra insensível quanto à nossas reivindicações. Mas só estamos pedindo o cumprimento da lei”, destacou o presidente do sindicato.

Em janeiro deste ano, o piso nacional do magistério teve aumento de 13,01%, percentual que ainda não foi concedido para os educadores da Reme. Gilmar Olarte (PP) propôs elevar os salários dos profissionais em 8,3% a partir de outubro, mas a categoria não aceitou.

Nos siga no Google Notícias