ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 26º

Capital

Professores esperam reunir 40 mil em novo ato unificado na próxima terça-feira

Flávia Lima | 29/05/2015 12:58
Professores voltam às ruas na próxima semana. (Foto:Marcelo Calazans)
Professores voltam às ruas na próxima semana. (Foto:Marcelo Calazans)

Professores das redes municipal e estadual preparam para a próxima terça-feira (2), novo ato unificado na Capital. A expectativa é levar para as ruas pelo menos 40 mil profissionais da Educação e administrativos, segundo o vice-presidente regional da Fetems, Paulo Cesar Lima.

Na manhã desta sexta-feira (29), a Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) e ACP (Sindicato Campo-Grandense dos Profissionais da Educação Pública) realizaram passeata na região central da Capital, reunindo 3,9 mil profissionais, incluindo o setor administrativo.

Segundo Paulo Lima, a adesão no interior do Estado está em torno de 85% e na próxima semana, todas as 14 regionais da Fetems enviarão professores para participar do ato, que vai mobilizar os 73 sindicatos ligados a federação. Já na rede municipal a diretoria do sindicato calcula adesão de 60%. Logo mais, às 14 horas, os profissionais realizam assembleia na sede da ACP para definir os detalhes dos atos da próxima semana e fazer uma avaliação desta primeira semana de movimento.

Na passeata de hoje, representantes dos nove municípios que integram a regional de Campo Grande vieram para a Capital, totalizando cerca de 300 profissionais. Uma das caravanas foi liderada pela vice-presidente do Sinted (Sindicato dos Trabalhadores em Educação), Helena Almeida, que saiu de Camapuã às 6 horas para participar das atividades na Capital. "Achei a adesão muito boa e na próxima semana será mais forte, ressalta.

Neste sábado (30), a categoria sai às ruas novamente, mas dessa vez ao lado de profissionais de outros setores, como da saúde. A mobilização será às 9 horas, na praça do Rádio Clube, região central de Campo Grande.

Nos siga no Google Notícias