A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

22/11/2014 07:56

Prefeitura realiza neste sábado mais um “Dia D” de vacinação infantil

Ludyney Moura
Além das 80 unidades de saúde, postos de vacinação estão espalhados em postos extras da Capital (Foto: Divulgação/PMCG)Além das 80 unidades de saúde, postos de vacinação estão espalhados em postos extras da Capital (Foto: Divulgação/PMCG)

Com apenas 31% da meta atingida para imunização contra poliomelite e 28% da meta do sarampo, a Prefeitura de Campo Grande realiza neste sábado (22) mais um dia D de mobilização da Campanha Nacional de Vacinação contra estas duas doenças.

A meta do Ministério da Saúde é imunizar pelo menos 95% do público-alvo, o que em Campo Grande significa vacina 54.155 crianças, de seis meses até próximas de completar cinco anos de idade, contra a paralisia infantil, e 47.385 crianças de um ano a menores de cinco anos contra o sarampo.

A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) revela que a campanha ainda prossegue até o dia 28 de novembro em 80 unidades de saúde, além de postos extras espalhados pela cidade, com unidades volantes nas lojas da rede de supermercados Comper, Atacadão, Hipermercado Extra, Walmart, Norte Sul, Shopping Campo Grande, Pátio Central e Praça Ary Coelho.

"Precisamos estar atentos e os pais ou responsável ainda mais, para não deixar a vacina em segundo plano e até perdê-la. Estamos todos os dias nos postos, mas como tem gente que precisa de um dia especial, vamos abrir por toda a cidade novos locais de atendimento", afirmou o titular da Sesau, Jamal Salém.

Desde o ano de 1990 o Brasil não registra casos de poliomelite, uma doença infectocontagiosa grave transmitida por meio do contato com um portador do vírus da doença ou, então, com fezes humanas. Os sintomas principais são: febre, mal-estar, dor-de-cabeça e em alguns casos incapacidade de mexer os membros.

O mesmo não se pode dizer do sarampo, uma uma doença infecciosa aguda, de transmissão pessoa a pessoa, de elevado contágio e apresenta elevada morbimortalidade entre as crianças menores de cinco anos, principalmente as desnutridas e imunodeprimidas (baixa imunidade).

Poliomelite - O último caso de poliomielite no Brasil foi registrado em 1989, na Paraíba. Em 1994, o país recebeu da Organização Mundial da Saúde (OMS) o certificado de eliminação da doença. Porém, é importante continuar vacinando porque a doença não foi erradicada em todo o mundo. Segundo a OMS, 26 países ainda registram casos da doença e quatro deles são endêmicos, ou seja, possuem transmissão constante: Afeganistão, Índia, Nigéria e Paquistão. Na maioria das vezes, a criança não morre quando é infectada, mas adquire sérias lesões que afetam o sistema nervoso, provocando paralisia.  

Brinquedos feitos por detentos são doados para crianças em escola
Parceria feita entre a a Semed (Secretaria Municipal de Educação) e a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) garantiu ne...
Falta de pagamento faz prefeitura suspender hemogramas na rede pública
A falta de pagamento para um fornecedor de insumos fez com que a prefeitura de Campo Grande suspendesse a partir desta quarta-feira (13) a realização...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions