A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 19 de Agosto de 2018

09/01/2017 10:44

Presa por disparar arma e desacatar policiais no Universitário não é da PRF

Viviane Oliveira

A mulher de 22 anos presa em flagrante na noite de domingo (8) após atirar em via pública e desacatar policiais militares mentiu que era da PRF (Polícia Rodoviária Federal). O caso aconteceu na Rua Pontalina, no Bairro Universitário, em Campo Grande.

Segundo a assessoria de imprensa da PRF, Paula Fernanda de Oliveira Mareco nunca fez parte do quadro dos servidores da policia rodoviária federal. À Polícia Civil ela se identificou como estudante.

A reportagem entrou em contato com a Polícia Civil para saber se a mulher continua presa, mas a delegada de plantão disse que o caso já havia sido repassado para o cartório central e não tinha informação sobre o assunto.

Confusão - Conforme boletim de ocorrência, testemunhas acionaram a Polícia Militar porque havia uma pessoa atirando em via pública e que a autora dos disparos tinha se identificado como policial. Quando chegaram ao local, os militares foram informados de que a suspeita tinha acabado de entrar em um veículo Uber.

O automóvel foi interceptado e no banco do passageiro foram encontrados Paula e Adeilton de Oliveira Correia, 31 anos. Irritados com a abordagem, os dois se mostraram agressivos com a presença da equipe policial, mesmo assim foram presos e encaminhados à delegacia.

Testemunhas relataram à polícia que Paula havia feito disparos de arma de fogo em direção ao marido, identificado apenas como Deivisson. Segundo informações, o homem não ficou ferido e teria fugido no carro da mulher. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions