A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

14/09/2011 10:18

Preso do semiaberto usava horário de trabalho para roubar malotes

Aline dos Santos e Paula Vitorino

Em três dias, assaltos na Capital renderam R$ 85 mil

Anderson e Rafael foram presos pela Derf na segunda-feira. (Foto: Paula Vitorino)Anderson e Rafael foram presos pela Derf na segunda-feira. (Foto: Paula Vitorino)

O preso Rafael da Silva Lemos, de 23 anos, usava o direito de trabalhar para sair da Colônia Penal e roubar malotes em Campo Grande.

Ele foi preso por policiais da Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos) na manhã da última segunda-feira, quando saía da unidade penal, na Gameleira, para mais um dia de trabalho.

Também foi preso Anderson da Silva Ferreira, de 23 anos. Foragido da CPA desde 30 de agosto, ele foi localizado no bairro Moreninha 2. Ambos cumpriam pena por roubo.

Em três dias, a dupla roubou R$ 85 mil. A primeira ação foi no último dia 6, quando levaram um malote com R$ 35 mil pertencente a um posto de combustível.

No segundo assalto, no dia 8, foram levados R$ 50 mil, o malote era de uma farmácia. Os dois roubos foram na avenida Bandeirantes, próximo à agência do Bradesco, em Campo Grande.

De acordo com o delegado Fabiano Nagata, a dupla recebia ajuda de informantes, que indicavam a vítima. Em um dos roubos, a pessoa nem chegou a descer do veículo. A investigação tenta descobrir quem repassava informações para os assaltantes.

Foram apreendidos a motocicleta Honda Titan preta usada nos assaltos e o revólver calibre 32. A arma estava com Anderson.

Segundo o delegado, Rafael ficava na moto, enquanto Anderson rendia a vítima. Como não usava capacete, as vitimas o reconheceram como autor dos roubos.

A polícia conseguiu reaver R$ 4 mil reais. Segundo Anderson, o dinheiro foi usado em festas e compra de um carro. Rafael, que é dono da motocicleta, nega participação no crime.

Os dois serão encaminhados para o presídio de Segurança Máxima de Campo Grande. Não foi divulgado em que empresa o preso trabalhava.

Águas Guariroba continua com campanha de renegociação de dívidas
Vai até o dia 29 deste mês a campanha "Fique em Dia", realizada pela Águas Guariroba para renegociar as dívidas que os consumidores têm com a empresa...
Prefeitura e TJ prorrogam renegociação de dívidas ajuizadas até 3ª
O programa de refinanciamento de dívidas da Prefeitura de Campo Grande foi prorrogado até o dia 19 de dezembro, a próxima terça-feira, no Centro de C...


Quero parabenizar o trabalho da policia civil e militar pelos crimes desvendados com tanta rapidez. E parabenizar o secretario de segurança pela sua competencia.Tomara que no prossimo governo o senhor seja escolido como secretario denovo.
 
leonardo candia em 14/09/2011 12:09:02
Parabéns ao policiais da Derf que tiraram esses bandidos de circulação, tomara que agora o poder judiciário faça sua parte e mantenha esses marginais na cadeia porque não adianta a policia se matar de trabalhar se no outro dia os bandidos estiverem soltos.
 
leandro lima de souza em 14/09/2011 10:58:48
Parabéns a DERF pela prisão. E o dinheiro, como fica? Trabalho forçado na cadeia já! Vão limpar ruas, refazer estradas, pintar meio-fio, estes marginais precisam reaver o dinheiro levado da sociedade de alguma forma. Não desmerecendo estas profissões, mas o serviço braçal é a solução para estes infratores pensarem duas vezes antes de cometer novos crimes.
 
Carlos de Moraes em 14/09/2011 10:57:38
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions