A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 25 de Setembro de 2018

17/11/2017 11:12

Preso por tráfico, “bonde do VP” usava funk para impor medo

Música dizia “bonde do VP [Vespasiano Martins] mete bala até nos homi [policiais]”

Guilherme Henri e Bruna Kaspary
Dá esquerda para a direita Cláudio, Lucas e Bruno (Foto: André Bittar)Dá esquerda para a direita Cláudio, Lucas e Bruno (Foto: André Bittar)

A Polícia Civil prendeu três homens suspeitos de vender drogas na região do bairro Vespasiano Martins, em Campo Grande. Eles se chamavam de “Bonde do VP [Vespasiano Martins]” e fizeram até um funk para amedrontar moradores da região.

O trio foi apresentado na manhã desta sexta-feira (17), na Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico). De acordo com o delegado, João Paulo Sartori a polícia chegou até eles depois de receber denúncia anônima há duas semanas.

“Após a denúncia iniciamos as investigações e ontem (16) flagramos uma movimentação em frente a residência, localizada na rua Flora Brito Eugênio. Lá, um usuário entrou e quando saiu foi abordado pela equipe que monitorava a casa. Com ele, os policiais encontraram três porções de cocaína”, detalhou Sartori.

Diante do flagrante, os policiais entraram na residência e encontraram pai e filho identificados como Claudio Gley Ortega de Brito, 42 anos, e Lucas Laureano Ortega de Brito, 23 anos. Na casa também estava Bruno Araújo da Silva, 26 anos.

Delegado João Paulo Sartori (Foto: André Bittar)Delegado João Paulo Sartori (Foto: André Bittar)
Dinheiro e drogas apreendidos durante ação (Foto: André Bittar)Dinheiro e drogas apreendidos durante ação (Foto: André Bittar)

Em revista, os investigadores encontraram 80 porções de cocaína e R$ 3,7 mil em espécie. No entanto, o que chamou a atenção da polícia foram fotos e áudio encontrados nos celulares dos suspeitos.

As imagens mostram Lucas se exibindo com uma arma e o áudio trate-se de um funk, que segundo o delegado foi feito por eles para amedrontar os moradores do bairro. Um trecho da música diz que o “bonde do VP mete bala até nos homi [policiais]”.

Conforme Sartori, as investigações apontam que pai e filho compravam drogas de outros traficantes para revenderem em quantidades menores no bairro. Ainda segundo o delegado, Bruno seria um “contratado” da dupla para auxiliar na comercialização dos entorpecentes.

Todos foram presos e levados para a delegacia. Questionados pela imprensa, Cláudio e Bruno permaneceram em silêncio e Lucas negou todas as acusações. O suspeito ainda chegou a dizer que estava trabalhando e quando chegou em casa foi preso. “Isso tudo aí é com meu pai”, alega o rapaz.

“As investigações continuam, pois eles se denominavam um “bonde”e acreditamos que possam ter mais envolvidos”, completa o delegado.

Ficha – Lucas tem passagens pela polícia por porte de arma, lesão corporal, desobediência e um flagrante de roubo qualificado. Cláudio possuí ficha por porte de arma e Bruno não tem passagens pela polícia.

Escute o funk feito pelos suspeitos:

Traficante tenta fugir à pé, mas é preso junto a dupla com maconha
Três homens foram presos pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) com 94,5 kg de maconha no km 144 da rodovia BR-262, na manhã desta quinta-feira (16), ...
STF mantém preso coronel pego com 351 kg de maconha comprados em MS
O ministro Edson Fachin, do STF (Supremo Tribunal FederaL), decidiu manter preso o coronel do Exército Ricardo Couto Luiz, flagrado no Rio de Janeiro...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions