A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 25 de Agosto de 2019

03/08/2019 11:41

Prestes a comemorar “bodas de carvalho”, igreja faz aniversário casando 68 fieis

Nem o frio desta manhã foi empecilho para 34 casais que oficializam a união

Geisy Garnes e Fernanda Palheta
Nesta manhã, 34 casais subiram ao altar (Foto: Henrique Kawaminami) Nesta manhã, 34 casais subiram ao altar (Foto: Henrique Kawaminami)

Faltando dois anos para completar 80 anos, o equivalente a comemorar "bodas de carvalho", a Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, de Campo Grande, celebra o dia da sua inauguração com a união de 68 fies no primeiro casamento comunitário do ano. Nem o frio intimidou os 34 casais que escolheram a festa de aniversário do santuário oficializar o matrimônio.

Desde 2005 o casamento comunitário acontece duas vezes ao ano, em agosto e setembro, e já uniu 700 casais. Neste ano, a tradição coincidiu com o aniversário de 78 anos do santuário e abriu as comemorações do fim de semana.

Nem o frio desta manhã foi empecilho para 68 fieis que oficializam a união. “A cidade morena está fria, mas o coração está aquecido porque temos a oportunidade de diante de Deus celebrar o sonho de casar na igreja”, afirmou o padre Reginaldo Padilha.

Noivo se emocionou durante a cerimônia (Foto: Henrique Kawaminami)Noivo se emocionou durante a cerimônia (Foto: Henrique Kawaminami)
Laura e Vélbion após o sim (Foto: Henrique Kawaminami)Laura e Vélbion após o sim (Foto: Henrique Kawaminami)

Segundo o padre, a data é a oportunidade de muitos casais, que já estão juntos há muito tempo, realizarem o sonho de casar na igreja. “É uma alegria muito grande poder participar da vida desses casais nesse momento sacramental. A legitimação do matrimonio acontece na maioria dos casos para casais que já convivem juntos há 10,15, 20 e até 30 anos. Muitas vezes são casados no civil, mas não tem o sacramento”.

Esse é o caso de Laura Rodrigues Viega e Vélbion Azambuja da Silva, de 42 e 47 anos. Os dois moram juntos há 15 anos e se somar o tempo de namoro, à união comemora 19 anos, mas só agora resolveram oficializar o casamento. A noiva conta que o sonho de entrar na igreja não era dela, e sim do marido. Só com o tempo e a convivência nos grupos de oração do santuário veio à vontade de subir no altar.

Por conta do frio, os noivos ficaram em um anexo da paróquia e entraram de cinco em cinco casais, para evitar a exposição ao vento.

As comemorações do aniversário do santuário continuam neste sábado com missa solene às 19h, seguida pela distribuição do tradicional bolo gigante, para cerca de mil pessoas, às 20h. No domingo (4) a igreja promove a 1ª Corrida Perpétuo Socorro, com largada às 8h, em frente ao templo. Serão dois percursos, de 5 km e 2 km, além de caminhada. As inscrições para a prova custam R$ 60,00 e podem ser feitas pelo site do santuário.


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions