A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

28/10/2011 14:35

Primeira audiência sobre morte de segurança será em novembro

Nadyenka Castro

No dia 29, Justiça irá ouvir testemunhas de acusação do assassinato de Jhon Eder Cortiana Gonçalves

Revólver com numeração raspada de onde saiu os tiros que mataram o segurança. (Foto: Simão Nogueira)Revólver com numeração raspada de onde saiu os tiros que mataram o segurança. (Foto: Simão Nogueira)

A primeira audiência sobre a morte do segurança Jhon Eder Cortiana Gonçalves, ocorrida na madrugada do dia 11 de setembro, em Campo Grande, será em 29 de novembro.

Na audiência, marcada para começar às 15h30min na 2ª Vara do Tribunal do Júri, serão ouvidas as testemunhas de acusação. As de defesa irão prestar depoimento em outra data ainda não marcada. O interrogatório também não foi agendado.

O segurança foi morto com dois tiros após uma confusão na casa noturna Voodoo, onde trabalhava. De acordo com informações da Polícia, o caso começou após o ‘roubo’ de uma bebida. O grupo suspeito foi colocado para fora do bar e na rua começou a danificar veículos que estavam estacionados.

Para impedir a continuação da ação, Jhon foi advertir os autores e então acabou sendo atingido por dois tiros e morreu no local.

Janquiel Marques da Silva Junior e Diego Ferreira de Souza foram presos em flagrante. Um outro rapaz amigo da dupla chegou a ser detido, mas, foi verificado que ele não tem envolvimento no crime.

Janquiel, o autor dos disparos, teve o pedido de liberdade provisória negado para “garantir a ordem pública, assegurar a aplicação da lei penal e por conveniência da instrução criminal”, consta no despacho do juiz Aluízio Pereira dos Santos

A defesa de Diego ingressou com pedido de revogação de prisão preventiva. O MPE (Ministério Público Estadual) opinou pelo indeferimento.



Infelizmente esses marginais são mais dois ou tres produtos do ECA,pois quando eram adolescentes ja faziam e aconteciam e nunca foram punidos; hoje na idade adulta pagarão pelo crime que cometeram, mas não pensem os Srs.que irão parar com a vida de criminalidade,pois a vida de crime ja faz parte da vida deles ( Juninho )Janquiel e (Cateto ) Diego , do Brainer e do demais da gangue deles.
 
Nauro Albuquerque LARA em 30/10/2011 05:53:46
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions