ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, TERÇA  24    CAMPO GRANDE 32º

Capital

Eleição atrapalha prevenção, combate e redução de casos de covid, diz secretário

Para secretário municipal de saúde, as eleições deste ano prejudicam a queda substancial de confirmações da doença

Por Lucia Morel | 31/10/2020 15:32
Secretário falou sobre a covid-19 durante campanha de vacinação em shopping. (Foto: Arquivo)
Secretário falou sobre a covid-19 durante campanha de vacinação em shopping. (Foto: Arquivo)

As eleições 2020 atrapalham a prevenção e o combate à covid-19. O secretário de saúde de Campo Grande, José Mauro Pinto, avalia que o aumento de casos registrados no último boletim da doença pode ser decorrentes do início da campanha política.

“No Brasil temos um processo eleitoral que infelizmente ocorre no meio da pandemia e esse foi um encaminhamento tomado pelo Governo Federal, que prorrogou as eleições, mas não suspendeu. Isso atrapalha na questão da doença”, reforça.

Para ele, com a corrida eleitoral, há mais aglomerações e reuniões políticas , o que facilita a proliferação. No entanto, a flexibilização, com a reabertura de espaços até então fechados para o público, como shoppings, escolas e praças, também contribuem.

José Mauro afirma que é preciso equilibrar essa situação, administrar “a vida da cidade”, que não pode parar. No entanto, avalia que mesmo assim, a própria população “acomodou”, abrindo mão ou reduzindo a aplicação dos cuidados básicos, como uso de máscaras e álcool em gel.

“Há uma situação de conformidade com a doença também. As pessoas estão mais conformadas e assim, menos susceptíveis à necessidade de aplicação das medidas de etiqueta, de higiene e de cuidados”, analisa.

E apesar dos números mostrarem aumento de casos de covid-19 em Mato Grosso do Sul, ele comenta que em Campo Grande, o que se vê é que a procura nas unidades de saúde por pessoas com algum sintomas do novo coronavírus diminuiu e também, têm sobrado testes de detecção da doença, o que revela redução de casos sintomáticos ou suspeitos, o que consequentemente, reduz os casos confirmados.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário