A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

22/12/2014 18:23

Procura aumenta 60% e moradores reclamam da falta de táxi na Capital

Alan Diógenes
Movimento em pontos de táxis aumentou 60% com chegada do fim de ano. (Foto: Alan Diógenes)Movimento em pontos de táxis aumentou 60% com chegada do fim de ano. (Foto: Alan Diógenes)

Com a chegada do Natal e Réveillon a procura por táxis em Campo Grande teve aumento de 60%. Pessoas de fora do Estado vêm visitar suas famílias e acabam utilizando o serviço para conhecer a cidade. O problema é que a população já começou a reclamar na espera para conseguir um veículo para passear ou conhecer a Capital, por exemplo.

Conforme o taxista Mario, de 42 anos, que tem um ponto na Avenida Maracaju, no centro da Capital, disse que os taxistas atendem cerca de 10 mil pessoas por dia. Para ele a Prefeitura Municipal deveria contribuir para o aumento da frota de táxis.

“Precisa colocar mais 150 táxis para atender a alta demanda. Mas, acredito que a prefeitura deveria abrir uma licitação para isso. E não só em época de fim de ano que o movimento aumenta não, e durante todo ano. O pior que a gente não pode andar correndo para atender todo mundo, por que podemos ser multados”, explicou Mário.

Os pontos de táxis mais frequentados estão localizados no Aeroporto Internacional, no Terminal Rodoviário e na região central.

O taxista Reginaldo Medeiros, 47 anos, conta que o número de atendimentos aumentou 60% em seu ponto, na Avenida Afonso Pena, por causa do Natal. “Quase que dobrou o atendimento”, mencionou.

Ele explica que a principal reclamação dos usuários é a demora para conseguir o serviço. “O trânsito está péssimo por que muita gente chegou na cidade. E com essa chuvarada piora ainda mais. Não é culpa da gente, por que sempre queremos oferecer o melhor serviço”, destacou.

A preferência dos usuários é pagar com cartão de crédito. “Eles preferem pagar no cartão, por que ganham bônus para fazer viagens. É mais seguro, mas a gente acaba perdendo desta forma, muita gente dá calote”, finalizou o taxista Wilson Galindo, 67.

Moradores prendem suspeito de assaltar mulher com criança no colo
Armado com uma faca, Igor Mateus Lima da Costa, 19 anos, assaltou uma mulher de 28 anos que estava com o filho de 2 anos no colo e acabou preso por m...
Homem de 30 anos é esfaqueado e fica em estado grave
Bartolomeu Gomes de Araújo Barbosa, 30 anos, ficou gravemente ferido após ser atingido a golpes de faca no abdômen, na noite de ontem (12), na Rua Bo...
Após documento vazar, Sesau diz que hemogramas não foram suspensos
A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) afirmou que os hemogramas continuam sendo feitos na rede pública de saúde de Campo Grande. A informação inici...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions