A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

21/10/2015 11:03

Professor chama vereadores de ladrão, bate boca e é retirado da Câmara

Filipe Prado e Aline dos Santos
O professor saiu da tribuna e foi acompanhado para fora do plenarinho (Foto: Antonio Marques)O professor saiu da tribuna e foi acompanhado para fora do plenarinho (Foto: Antonio Marques)

O professor Antônio Alves Pereira, 57 anos, causou um tumulto durante a audiência pública no plenarinho da Câmara Municipal de Campo Grande, onde se discutia obras paradas do município. Antônio subiu no palanque e trocou “farpas” com o vereador Chiquinho Telles (PSB) e o Carlos Augusto Borges, Carlão, (PSB).

O secretário municipal de Obras, Amilton Cândido de Oliveira, havia acabado de discursar sobre o tema, apontando que os campo-grandenses deveriam se unir em um “gesto patriótico e ajudar Campo Grande”.

Foi dada voz para o público, momento em que Antônio subiu no palanque e, ao microfone, começou se desculpando pelo problema na fala. No entanto, ele acabou realizando o discurso contra a situação da Capital. “Patriotismo é o ultimo refúgio dos cafajestes”, iniciou a fala.

Após isso, ele dirigiu-se aos vereadores. “A crise saiu desta Casa. Eles são a crise. Não tem como parabenizar vereador denunciado pelo Gaeco”, disse, respondendo aos parabéns dado ao vereador Carlão pela liderança. “A sociedade vai esperar o que?”, questionou o professor.

Durante a fala, o Chiquinho Telles se levantou da plateia e, praguejando, começou a “trocar farpas” com o professor. “Vossa senhoria não vai me chamar de ladrão. Toda denúncia precisa de prova”, criticou. Carlão interrompeu Antônio e determinou que seu discurso fosse sobre o tema da audiência e ameaçou desligar o seu microfone.

“Vai esperar o que? Um ladrão para punir outro ladrão”, continuou o professor permanecendo na tribuna. Um guarda municipal se aproximou do rapaz, então Carlão o alertou que ele deveria sair ou seria retirado. Antônio desceu do palanque e foi acompanhado para fora do plenarinho.

Após o tumulto, a audiência continuou normalmente na casa de leis.



ENGRAÇADO..HIPÓCRITA E CORRUPTO E NAO QUE SER ACUSADO ! ...PARABENS AO PROFESSOR !!
 
aparecidu em 21/10/2015 17:28:20
Porque será que todo corrupto não aceita a alcunha
 
juvenul em 21/10/2015 16:10:19
Ainda bem que alguém leu meu comentário, não é mesmo senhor redator? Está valendo, seja você também um multiplicador da indignação e um pacificador pelas letras.
 
TIJUANO em 21/10/2015 15:41:53
Parabens ao professor por dizer o que está entalado na garganta dos cidadãos, realmente, falou tudo, as pessoas que nos pedem para ser patriotas são as mesmas que saqueiam sem dó os cofres do nosso país, estado e cidade, o professor falou bem mas falou pouco, dentro da camara de Campo Grande hoje não tem uma pessoa honesta, chega de tolerancia com bandido, novamente PARABENS AO PROFESSOR!!!!!!
 
Max em 21/10/2015 15:41:02
Agora mandar tirar o Professor só prq Ele falou a Verdade!!!
Ai já é sacanagem.
 
Clebe PL em 21/10/2015 15:38:30
Porque desceu ao nível deles professor? Não era melhor continuar os olhando de cima?
 
Jcgama em 21/10/2015 14:10:33
Eu não sou professor, mas acho que são os que deveriam ter os maiores salários, e não me refiro aos professores de universidades não, mas da educação básica e do ensino médio, sou a favor da federalização das escolas municipais e estaduais, o governo federal deveria assumir esse ônus e parar de investir somente nas universidades públicas aonde só os mais ricos têm acesso, em 50 anos o Brasil seria outro, mas claro que isso não interessa ao poder público corrupto e ineficiente.
 
jukahballakid em 21/10/2015 13:55:53
Por isso eu tenho orgulho dos professores! Sem dúvida a classe mais importante que existe; os formadores de opinião, formadores de cidadãos!
 
Guaraci Mendes em 21/10/2015 13:14:34
Parabéns ao professor!!!
 
GSC em 21/10/2015 11:25:24
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions