ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, DOMINGO  21    CAMPO GRANDE 23º

Capital

Professora é internada após incêndio em casa e amigos pedem doações

Vítima de 53 anos sofreu queimaduras de 1º e 2º graus e casa foi destruída no incidente

Silvia Frias | 23/08/2022 10:19
Dentro da casa, cenário de destruição provocado pelo incêndio. (Foto: Marcos Maluf)
Dentro da casa, cenário de destruição provocado pelo incêndio. (Foto: Marcos Maluf)

A professora Ana Maria Ramos da Cruz, 53 anos, sofreu queimaduras de primeiro grau no rosto e de segundo grau no ombro e antebraço esquerdos em incêndio que destruiu sua casa, no Jardim Alto São Francisco, em Campo Grande.

Hoje, à luz do dia, é possível ver o quanto o fogo comprometeu a estrutura da casa (sala, cozinha, dois quartos e banheiro), que apresenta rachaduras, janelas contorcidas e paredes destruídas.

No interior, móveis e roupas foram destruídos. O que sobrou, como sofá e aparelho de TV foram levados para casa da confeiteira Ana Mir Quadros, 44 anos, vizinha de Ana Maria há 17 anos.

Material de trabalho da professora. (Foto: Marcos Maluf)
Material de trabalho da professora. (Foto: Marcos Maluf)

“É uma guerreira”, define Ana Mir, sobre a vizinha. Segundo a confeiteira, a vizinha é mãe de três filhos e, na casa, mora a filha do meio, Thaynnara. Ela diz que Ana Maria dá aula de artes em escola do Portal Caiobá e complementa renda passando roupa e trabalhando como diarista.

Com a renda, fazia pequenas reformas, aos poucos, na casa da família. A última aquisição foi o telhado, também destruído no incêndio.

O fogo começou por volta das 22 horas no quarto dos fundos, onde há material de trabalho de Ana Maria, como cadernos dos alunos. A outra vizinha, Yasmin Mecchi, contou que a Thaynnara dormia no quarto ao lado da cozinha e acordou.

“Quando ela foi para a cozinha, viu o fogo que já tinha destruído tudo, geladeira, móveis, tudo”, diz Yasmin. Thaynnara consegui socorrer a mãe e o socorro foi acionado.

Casa atingida pelo incêndio no Jardim Alto São Francisco. (Foto: Marcos Maluf)
Casa atingida pelo incêndio no Jardim Alto São Francisco. (Foto: Marcos Maluf)

Mãe e filha foram levadas para Santa Casa e estavam preocupadas com as duas gatinhas de estimação, Molly e Shiva, que ainda não foram localizadas. Thaynnara já recebeu alta hospitalar, sem ferimentos, enquanto a mãe aguarda vaga na enfermaria do Centro de Tratamento de Queimaduras para ser submetida a cirurgia plástica.

Segundo Yasmin, a vizinha e amiga está muito abalada, sem condições de conversar com a imprensa. Amigos já se mobilizam para fazer vaquinha e o PIX foi disponibilizada para quem quiser fazer doações (thay.allis@hotmail.com).

Fogo teria começando em um cômodo no fundo. (Foto: Marcos Maluf)
Fogo teria começando em um cômodo no fundo. (Foto: Marcos Maluf)


Nos siga no Google Notícias