ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SEGUNDA  16    CAMPO GRANDE 14º

Capital

Punks são presos por vandalismo ao depredar escritório de deputado

Por Leonardo Rocha e Graziela Rezende | 15/12/2013 10:58
Anarquistas são presos por depredar escritório de deputado na Capital (Cleber Gellio)
Anarquistas são presos por depredar escritório de deputado na Capital (Cleber Gellio)

Dois homens que se definem como "anarquistas punks" foram presos hoje (15) em flagrante por vandalismo, após depredarem o escritório do deputado estadual Cabo Almi (PT), localizado no residencial João Scarano, no bairro Colibri, em Campo Grande.

Eles jogaram pedras, arrombaram as portas e ainda danificaram objetos e computadores. O ataque ocorreu por volta das 6h da manhã e foi denunciado pelos vizinhos.

De acordo com 10° Batalhão da Policia Militar, vizinhos assistiram a depredação e avisaram a polícia sobre o incidente. Após repassar as características dos rapazes, os dois acusados foram presos a duas quadras do local do crime.

Iago Vinícius Argoro da Silva, de 21 anos, confessou o crime e alegou que estava “descontente” com os rumos da política, e que não é ligado a nenhum partido político. Ele disse: "O PT abandonou a população".

Já Wellington Duarte de Souza, 19, que foi reconhecido pelas testemunhas, resistiu à prisão e em primeiro momento negou a autoria do ato de vandalismo.

Iago já tem passagem na polícia por vandalismo, já Wellington tem passagem por tráfico de drogas e vandalismo.

Eles se definiram como “anarquistas punks” as autoridades, possuem cabelos moicanos e tatuagens sobre anarquia. Estão presos na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga.

Os dois homens estão presos na Depac do Piratininga (Foto: Cleber Gellio)
Os dois homens estão presos na Depac do Piratininga (Foto: Cleber Gellio)
Ação dos anarquistas foi denunciada pelos vizinhos, no bairro Colibri (Foto: Cleber Gellio)
Ação dos anarquistas foi denunciada pelos vizinhos, no bairro Colibri (Foto: Cleber Gellio)
Nos siga no Google Notícias