A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

17/04/2015 16:24

Quadrilha anuncia venda de diploma do MEC e registro da OAB na internet

Orgem dos Advogados do Brasil vai denunciar o caso para ser investigado pela Polícia Federal

Ricardo Campos Jr.
Anúncios ofereciam ainda diplomas e outros registros (Foto: reprodução)Anúncios ofereciam ainda diplomas e outros registros (Foto: reprodução)

A OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil Seccional de Mato Grosso do Sul) alerta para a ação de uma quadrilha que vende registros da entidade por meio de sites na internet. O caso chegou ao conhecimento do presidente da instituição, Júlio Cesar Souza Rodrigues, na manhã desta sexta-feira (17), que denunciará o golpe à PF (Polícia Federal) para que seja apurado.

Os anúncios prometem entregar a documentação “sem burocracia” e com “sigilo total”. Também são oferecidos diplomas de cursos técnicos de segundo grau, com registro no MEC (Ministério da Educação), além de vagas em cursos de medicina em universidades públicas e particulares.

“Registro na OAB é personalíssimo e só pode requerê-lo quem é bacharel em Direito aprovado no exame de ordem. É o próprio candidato que faz o pedido. O que me chamou a atenção é que o número de contato é de outro estado. É como se vendesse uma atividade de fácil tramitação”, afirma Júlio César.

Ele relata que imediatamente encaminhou o material para o setor jurídico da Ordem, que está preparando um documento para a denúncia. “O golpista coloca um e-mail que deve ser falso. É por isso que tem que ser investigado. Para ver se o localizam”, opina.

O número informado pelo golpista na internet tem DDD da Bahia. Não é informado o valor que ele cobra pela documentação ilegal.

A pena prevista no Código Penal Brasileiro para falsificação ou alteração de documentos públicos é de dois a seis anos de prisão, caso haja condenação pela Justiça, além de multa. Já em casos de documentos particulares, a pena varia de um a cinco anos de prisão e multa.

Procurado por estelionato é preso após subornar policiais com R$ 10 mil
A Polícia Civil prendeu, por volta das 10h30 desta quarta-feira (8), um homem de 25 anos acusado de praticar estelionato e corrupção ativa no Jardim ...
Coordenador da campanha de Delcídio denuncia tentativa de estelionato
Administrador financeiro da campanha do Governo do Estado do senador Delcídio do Amaral (PT), Armando Cezar Pontes Tussi procurou, nesta quinta-feira...
Policia goiana prende em Campo Grande suspeito de crime de estelionato
A Polícia Civil de Goiás prendeu, entre a última quinta-feira (17) e ontem (21), sete suspeitos de fazerem parte de uma quadrilha suspeita do crime d...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions