A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

13/11/2011 09:59

Quadrilha é presa após tentativa de homicídio no bairro Jardim Noroeste

Fabiano Arruda e Nadyenka Castro
Cacetete preso com grupo apresenta manchas de sangue. (Foto: Divulgação/PM)"Cacetete" preso com grupo apresenta manchas de sangue. (Foto: Divulgação/PM)
Corsa que era ocupado pela quadrilha. Os quatro presos são suspeitos de assaltos. (Foto: Simão Nogueira)Corsa que era ocupado pela quadrilha. Os quatro presos são suspeitos de assaltos. (Foto: Simão Nogueira)

Wiliam Diego da Silva Azevedo, 23 anos, Marcos Tito Alves Lopes, 34 anos, Sidnei Jesus Rerotute, 18 anos, e um adolescente de 16 anos, foram presos ontem à noite, por volta das 23 horas, na Rua Joaquim Murtinho, em frente ao Centro de Reabilitação Vovó Ziza, em Campo Grande.

Eles estavam num veículo Corsa sedan, de cor branca, placas NRN 7530, e foram abordados por policiais do 9º Batalhão da Polícia Militar e do Tático. Os policiais foram acionados após receber denúncia de que os autores teriam praticado sequestro relâmpago e tentativa de homicídio no bairro Jardim Noroeste.

Durante a abordagem, chamou atenção dos policiais os envolvidos apresentarem manchas de sangue nas roupas e também no veículo. Eles confessaram que atiraram contra um homem, que estava dentro do Corsa e foi agredido pelo quarteto.

Num determinado momento, a vítima teria conseguido fugir e então foi baleada. Segundo informações da Polícia, a vítima foi encontrada caída e inconsciente na Rua Esmeraldo Malufe, no Jardim Noroeste.

O disparo teria sido feito por Marcos, líder da quadrilha.

Os PMs encontraram no veículo quantias de maconha e cocaína, dinheiro, um revólver calibre 38, um pedaço de madeira, tipo cacetete, com manchas de sangue, e um relógio, que seria da vítima.

Eles serão indiciados por formação de quadrilha, porte ilegal de arma de fogo, tentativa de homicídio, tráfico de drogas e sequestro relâmpago.



A culpa da violencia urbana e de quem realmente e nossa que votamos em politicos que depois de eleitos vão para castelos de cristais no reino da demagogia.onde a corrupção e o jeitinho.
 
paulo henrique em 13/11/2011 11:53:51
Ainda tem gente que fala que apolicia não trabalha,
 
paulo henrique em 13/11/2011 11:49:09
Esses marginais têm que pagar pelo que fizeram, agridem pessoas inocentes , por isso que não pode ficar em pune. Parabéns aos policiais pelo belo trabalho.
 
Lucimar dis Reis em 13/11/2011 11:29:52
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions