A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

20/03/2018 18:24

Quadrilha sequestrava vítimas e ia gastar dinheiro no comércio

Quadrilha está diretamente envolvida com o sequestro do casal de universitários no mês passado e recentemente na perseguição pela avenida Guaicurus

Guilherme Henri e Geisy Garnes
Sete presos envolvidos em roubos de carros na Depac Piratininga (Foto: Divulgação/ PM)Sete presos envolvidos em roubos de carros na Depac Piratininga (Foto: Divulgação/ PM)

A quadrilha especializada em roubo de carros mantinha as vítimas reféns enquanto gastava o dinheiro delas no comércio. Imagens divulgadas pela Polícia Civil revelam uma das compras dos bandidos em mercado da Capital. O bando está diretamente envolvido com o sequestro do casal de universitários no mês passado e recentemente na perseguição pela avenida Guaicurus.

As investigações estão a cargo da delegada Aline Sinott, da Defurv (Delegacia Especializada em Furtos e Roubos de Veículos). Segundo ela, o bando era acompanhado há pelo menos dois meses. Eles acabaram “caindo” em flagrante feito por policiais militares do Batalhão de Choque, após perseguição pela avenida Guaicurus, no fim de semana.

Estão presos Daniel Lara Brant, 21 anos, Jonatan Kennedy Silva de Matos, 23 anos, Winnyston Matheus de Araujo Bispo, 18 anos e Allex Lopes da Fonseca, 24 anos. Também estão envolvidos Rafael Trajano da Silva Kanashiro, 27 anos, Eder Gabriel Amorim Gonçalves, 18 anos, Everton Alberto Galvão Freitas, 31 anos, Douglas de Souza Fernandes, 20 anos.

Fiat Uno usado por suspeita para levar bando onde os crimes seriam cometidos (Foto: Geisy Garnes)Fiat Uno usado por suspeita para levar bando onde os crimes seriam cometidos (Foto: Geisy Garnes)
Vera Lucia pegava os cartões e gastava no comércio (Foto: Reprodução)Vera Lucia pegava os cartões e gastava no comércio (Foto: Reprodução)

Compras - Conforme a delegada, eles agiam sob ordens de dentro do presídio. O comando era passado a Vera Lucia Ofmestre da Costa, 58 anos, responsável em arquitetar os crimes.

A delegada detalha que, com um Fiat Uno prata, Vera pegava os suspeitos nas casas deles e os levava até as cenas dos crimes. As vítimas eram escolhidas aleatoriamente. Depois de sequestrados, os reféns eram obrigados a passar as senhas dos cartões de crédito aos bandidos.

Então Vera retornava ao local do cárcere, pegava os cartões e ia gastar no comércio. Caso, algo desse errado a suspeita ligava para os comparsas, que eram responsáveis em “arrancar” as informações corretas das vítimas.

Sequestros - A suspeita está foragida. Conforme Aline Sinott, a quadrilha é responsável por pelo menos oito sequestros seguidos de roubos em Campo Grande. Entre eles, está o caso do casal Maria Eduarda Façanho Leão, 21 anos e Eduardo Marques Rocha, 26 anos, no dia 16 de fevereiro deste ano. O destino dos veículos roubados era o mesmo: Bolívia, onde eram vendidos.

Eduardo e Maria Eduarda foram sequestrados em fevereiro (Foto: Arquivo da família)Eduardo e Maria Eduarda foram sequestrados em fevereiro (Foto: Arquivo da família)

“Vera já foi presa no ano passado por tráfico, mas acabou solta logo depois ao alegar problemas graves de saúde”, diz a delegada.

A polícia também investiga quem são os mandantes dos crimes de dentro do presídio. O Fiat Uno da suspeita já foi apreendido e está no pátio da Defurv.

Já foram solicitadas as prisões preventivas de todos os suspeitos, que devem responder conjuntamente por roubo qualificado pela restrição da liberdade, com pena que pode chegar até 15 anos de prisão.

Vídeo - O Campo Grande News teve acesso a um dos vídeos onde Vera faz compras com os cartões das vítimas. As imagens divulgadas pela polícia são do dia 18 de fevereiro.

Por volta das 8h, Vera – vestida com uma blusa rosa – está acompanhada de um dos bandidos – de boné. Pelas imagens é possível ver que um funcionário do mercado ajuda a passar as compras da dupla no caixa.

Os dois aparentam estar tranquilos. O suspeito de boné olha várias vezes para os lados enquanto o funcionário passa duas caixas fechadas e duas coca colas. Antes de pagar a conta, o bandido que acompanhava Vera ainda pega outro produto e dá para o funcionário.

Veja o vídeo: 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions