A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 23 de Junho de 2018

20/04/2011 18:08

Quase uma tonelada de roupas é apreendida em ônibus da Funai

Nadyenka Castro

Mercadoria estava sem nota fiscal

Quase uma tonelada de roupas adquiridas na Bolívia foi apreendida por volta das 12 horas desta quarta-feira em Corumbá. A mercadoria estava em um ônibus da Funai (Fundação Nacional do Índio).

Policiais que trabalham na Operação Sentinela abordaram o coletivo nas proximidades do posto fiscal Esdras, na área de fronteira com o país vizinho.

Os ocupantes do veículo fugiram quando perceberam a aproximação policial, restando apenas o motorista.No ônibus foram encontradas as roupas, as quais pesaram 822 quilos.

O motorista declarou ser funcionário da Funai e foi autuado pelos crimes de contrabando e de peculato, mais especificamente peculato-desvio, caracterizado pelo desvio de utilização do bem público para fins particulares.

A Operação Sentinela envolve as forças de segurança pública do Estado e do governo federal. Tem por objetivo prevenir e reprimir crimes como o tráfico de drogas e de armas, o contrabando e crimes relativos à imigração ilegal.

Sem identificação, baleado no Jardim Colibri morre na Santa Casa
Morreu na Santa Casa de Campo Grande, homem encaminhado depois de ter sido baleado, esta noite (22) na Rua Carricá, no bairro Alves Pereira, região d...
Suspeito é atingido por pelo menos três tiros no Jardim Colibri
Suspeito, ainda não identificado, foi baleado com pelo menos três tiros, esta noite (22) na Rua Carricá, no Alves Pereira, região do Jardim Colibri, ...


Senhores João Paulo Barbosa e Èmerson,

Informo aos senhores, que devem se instruírem um pouco mais para fazer um comentário como estes .Direito de voto é um direito garantido pela constituição.E , nós cidadãos indígenas, temos o direito como os senhores e qualquer cidadão brasileiro de escolher quem dirigirá os destinos administrativos do Estado ,município e da Federação.E acreditamos que os senhores não tem competência para julgar esses fatos e não
acredito que tenham capacidade de serem promotores, juízes ,desembargadores,etc. Senão, coitado de nós e dos outros.Não somos coitadinhos, nem somos ligados as ONG'S. O que queremos, è lutar por justiça , reaver nossos direitos e cumprir nossos deveres.Não ataquem a nossa pinga, que muitas pessoas de bem, tomam a sua pinguinha e não fazem mal para ninguém.Acredito que um dia a lei dos homens os pegarão e no futuro, rezaremos para que Deus- Pai os perdoem. Cambada de preconceituosos.
 
EVÓDIO VARGAS-Eng° Civil-Pres. licenciado do CEDIN- em 23/04/2011 10:57:44
Gostaria de me desculpar pelo meu comentario,quero dizer que ñ tenho nenhum tipo de preconceito seja pelos gays,indios,negros,enfim,tenho amigos indios e nunca tive problemas.ME DESCULPEM.
 
eduardo kotlevski em 22/04/2011 12:48:55
Que comentário infeliz é esse do Eduardo Kotlevski, insinuando que os indíos se utilizam de dinheiro ilicito, ainda usa o nome de Deus em vão, ainda bem bem que temos um Deus misericordioso, o povo indígena é um povo querido, amado, Deus não faz separações de pessoas, raças, do jeito que foi colocado por essa pessoa, a mesma se julga melhor que as outras, infeliz comentário, que Deus o perdoe...
 
Weiner Bondarczuk em 22/04/2011 09:12:19
Tempos atrás ambulancia de prefeitura foi detida quando transportava drogas. Agora onibus da FUNAI é retida e motorista alega ser funcionario da FUNAI. Deve haver algum engano pois a FUNAI do MS e talvez até no pais não possui onibus em sua frota de veiculos.Talvez bandidos estivessem camuflando o onibus assim como o fazem com utilitarios parecerem carros oficiais, pensando que não serão fiscalizados.
 
samuel gomes-Campo Grande-MS em 20/04/2011 09:13:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions